18 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Educação e emprego, desafios para o Panamá em 2022

Educação e emprego, desafios para o Panamá em 2022

Educação e emprego, desafios para o Panamá em 2022

Panamá, 7 jan (Prensa Latina) A retomada das aulas presenciais e o emprego são vistos hoje como dois grandes desafios para o Panamá, de acordo com os principais economistas.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Os pesquisadores disseram à imprensa que a vacinação e a solução para os problemas de longa data do Fundo de Previdência Social também se destacam entre os desafios enfrentados pelo governo para manter a recuperação da pandemia pós-Covid-19.

Eles também mencionam questões de transparência, sair das listas cinzas e preservar a classificação de risco e o investimento estrangeiro como chave para este ano.

O diretor do Instituto Nacional de Estatística e Censo (INEC), Samuel Moreno, explicou ao jornal La Estrella de Panamá que um dos principais desafios é o retorno à sala de aula em 7 de março.

Moreno considerou que se deve buscar um equilíbrio no planejamento do retorno dos alunos, professores, pessoal administrativo e pais, para que a educação tenha um bom começo e não seja interrompida.

Projetos estatais como o investimento público para gerar mais empregos para melhorar os números do desemprego que fecharam 2021 em 11,3% e tentar reduzi-lo aos níveis de 2019 (7,1) também faz parte das questões pendentes atuais, disse ele.

Ele indicou que o outro grande desafio que o país enfrenta é realizar um censo populacional e habitacional em 2022, que atualizará dados importantes para o planejamento, e a criação de um ministério responsável por esta área.

Por sua vez, o economista e reitor da Faculdade de Economia da Universidade Autônoma da província de Chiriquí, Ramón Rodríguez, enfatizou a importância de fazer os maiores esforços para melhorar a transparência, para que o país envie um sinal claro a este respeito.

Neste sentido, ele instou a lutar por uma reforma constitucional que levasse à aprovação da lei sobre a apreensão de bens mal adquiridos de traficantes de drogas.

Outro desafio para o próximo ano, considerado por Rodríguez, é acompanhar a situação do Fundo de Previdência Social (CSS), que “é um problema estrutural e não temporário, que exigirá até mesmo que organizações internacionais – como a Organização Internacional do Trabalho (OIT) – participem da mesa de diálogo e busquem um consenso”.

Finalmente, o economista e professor universitário Raúl Moreira disse que o país também deve continuar e expandir o processo de vacinação pelo Ministério da Saúde (Minsa) para reduzir os efeitos da pandemia.

Até 2022, o INEC prevê que a economia do Panamá crescerá mais de 7%, enquanto a Comissão Econômica para a América Latina (CEPAL) estima que crescerá 8,2% e a coloca no topo da lista dos países do continente com as melhores perspectivas de crescimento.

mem/ga/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.