20 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Unesco alerta para impunidade de crimes contra jornalistas

Unesco alerta para impunidade de crimes contra jornalistas

Paris, 6 de Jan (Prensa Latina) A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) pediram hoje uma maior proteção aos jornalistas, em face do que qualificou de ampla impunidade para os crimes contra esses profissionais.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Segundo a entidade multilateral, em 2021 foram assassinados 55 trabalhadores da mídia no mundo, o que representa o menor número de mortes anuais no setor em mais de uma década, mas denunciou o baixo nível de esclarecimento desses crimes.

Nesse sentido, ele lamentou que, desde 2006, 87% das mortes violentas perpetradas contra jornalistas permaneçam sem solução.

“Mais uma vez, em 2021 muitos jornalistas pagaram o preço máximo por expor a verdade”, alertou a diretora-geral da Unesco, Audrey Azoulay, sobre o relatório.

A oficial sênior destacou o enorme risco que os profissionais de comunicação enfrentam e pediu que mais seja feito para garantir sua segurança.

Neste momento o mundo precisa de informações independentes e objetivas mais do que nunca, por isso devemos proteger aqueles que trabalham incansavelmente para fornecê-las e que podem fazê-lo sem medo, frisou.

De acordo com o Observatório de Jornalistas Assassinados da Unesco, dois terços dos 55 assassinatos ocorreram em países que não sofrem com conflitos armados, demonstrando os riscos contínuos que os jornalistas enfrentam em seu trabalho diário para expor irregularidades.

Isso representa uma reversão completa da situação de alguns anos atrás, já que em 2013 dois terços dos crimes ocorreram em nações em conflito.

O organismo multilateral observou que a maioria das mortes em 2021 ocorreu em apenas duas regiões: Ásia-Pacífico, com 23 assassinatos, e América Latina e Caribe, com 14.

Em seu relatório, a UNESCO condenou que, além dos assassinatos, jornalistas sofreram prisão, agressões físicas, intimidação e assédio no ano passado, mesmo na cobertura de protestos.

Por sua vez, as mulheres profissionais do setor enfrentaram “uma prevalência escandalosa de assédio online”, com quase três quartos dos entrevistados reconhecendo ser vítimas de violência na Internet relacionada ao seu trabalho.

mem / wmr / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.