27 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Cerca de 700 mil pedem retirada do título de cavaleiro de Tony Blair

Tony Blair, título, caballero, pedido, retirada

Cerca de 700 mil pedem retirada do título de cavaleiro de Tony Blair

Londres, 5 jan (Prensa Latina) Uma petição online para retirar o título de cavaleiro recentemente concedido pela rainha Elizabeth II ao ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair acumula hoje cerca de 700.000 assinaturas.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O ex-governante trabalhista (1997-2007) foi nomeado “Sir” e membro da Ordem da Jarreteira, a posição mais antiga e mais alta do Reino Unido, como parte das condecorações que a monarca distribui no final do ano para reconhecer o trabalho de figuras da política, ciência, cultura e esportes.

A nomeação de Blair é rejeitada, no entanto, pelo movimento pacifista britânico e internacional devido ao apoio material e político que deu às guerras de agressão que os Estados Unidos travaram contra o Iraque e o Afeganistão, em nome de uma suposta luta contra o terrorismo.

Segundo o jornalista e apresentador Angus Scott, que deu início ao abaixo-assinado na plataforma virtual Change.org, o ex-primeiro-ministro é quem menos merece esse reconhecimento por ser o responsável pela morte de inúmeros civis e militares em diversos países.

Por isso mesmo, ele deveria ser acusado de crimes de guerra, diz o texto que acompanha o pedido, que garante que o ex-governante causou danos irreparáveis à constituição do Reino Unido e à sociedade britânica.

As redes sociais também foram inundadas com críticas contra Blair, enquanto outros usuários da Internet pedem a reforma ou eliminação do sistema de condecorações reais.

O notório jornalista e documentarista australiano-britânico John Pilger afirmou, por exemplo, que a decisão da rainha de nomear o político trabalhista destaca o desprezo com que a “elite do Reino Unido trata o público”.

Para a ativista política e fundadora da coalizão Stop the War Lindsay German, o título de Blair representa um “chute na cara” do povo do Afeganistão e do Iraque e para os milhões de pessoas no mundo que denunciaram as guerras de agressão contra esses países.

A plataforma WikiLeaks apontou, por sua vez, que enquanto os “criminosos de guerra” recebem o título de cavaleiro, aqueles que denunciam seus crimes, como no caso de Julian Assange, definham em prisões de segurança máxima esperando para serem extraditados e condenados.

O espectro da guerra do Iraque tem assombrado o político trabalhista desde que uma investigação oficial em 2016 concluiu que o então primeiro-ministro acreditava totalmente nas alegadas evidências sobre as armas na posse do presidente Saddam Hussein e aprovou o envio de tropas britânicas para aquela nação. .

rgh/nm/cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.