26 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Palestina denuncia aumento da ONU nas agressões israelenses

Palestina, ONU; denuncia, agresiones, Israel

Palestina denuncia aumento da ONU nas agressões israelenses

Ramallah, 30 dez(Prensa Latina) O governo palestino denunciou à ONU o aumento dos ataques do exército israelense e de colonos contra os habitantes da Cisjordânia ocupada, informou hoje a agência oficial de notícias Wafa.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A mídia citou trechos de uma carta enviada pelo representante permanente palestino ao organismo internacional, Riyad Mansour, que condenava “a violência e o terrorismo” cometidos contra seu povo.

Na carta enviada ao Secretário-Geral da ONU e aos presidentes do Conselho de Segurança e da Assembleia Geral, Mansour destacou que só na aldeia de Burqua, 125 palestinos foram feridos pela repressão perpetrada pelas forças de Tel Aviv em 23 de fevereiro Dezembro.

Ele também denunciou a recente morte de uma mulher de 63 anos, atropelada por um colono judeu.

Também condenou as detenções arbitrárias, a expulsão de famílias e a demolição de casas tanto na Cisjordânia como em Jerusalém Oriental, com o objetivo de mudar sua demografia, o que advertiu que viola os padrões internacionais.

Nesse sentido, frisou que há três dias as tropas do estado vizinho demoliram uma casa naquela parte da cidade, ocupada desde 1967.

Ele lembrou que mais de 4.500 palestinos estão presos em prisões israelenses, onde “são submetidos a abusos psicológicos e físicos”.

Há dois dias, o Ministro de Segurança Pública israelense, Omer Barlev, revelou que recebeu proteção ininterrupta após ameaças de morte de setores de extrema direita e colonos após criticar a violência destes contra os palestinos.

“A partir desta manhã, estou sob vigilância 24 horas por dia, 7 dias por semana (…) Não sou ameaçado por criminosos árabes, sou ameaçado por judeus israelenses”, escreveu ele no Twitter.

Barlev condenou a violência de colonos nas áreas ocupadas na semana passada durante uma reunião com a subsecretária de Estado para Assuntos Políticos dos EUA, Victoria Nuland.

Em resposta, setores de direita no poder e na oposição, liderados pelo Likud, atacaram o oficial.

O próprio primeiro-ministro Naftali Bennett saiu em defesa dos colonos ao descrever seus ataques aos palestinos como um fenômeno marginal, que por sua vez foi duramente questionado pela esquerda, pelos árabes israelenses e por várias organizações de direitos humanos.

jf / rob/glmv

ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.