20 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Síria considera crimes de guerra os planos de Israel em Golã

Síria considera crimes de guerra os planos de Israel em Golã

Damasco, 28 dez (Prensa Latina) O governo sírio expressou hoje sua veemente condenação aos novos planos aprovados por Israel para construir assentamentos no Golã ocupado, afirmando que são crimes de guerra.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Damasco rejeita a escalada grave e sem precedentes das autoridades de ocupação em Golã, que recentemente se manifestou no confisco de terras e propriedades, mudanças demográficas e saques de recursos naturais na tentativa de perpetuar a ocupação, afirmou um comunicado da Chancelaria.

Descreveu como provocativa e vil a recente visita do primeiro-ministro israelense ao Golã e a aprovação de seu gabinete de um plano milionário com o objetivo de dobrar o número de colonos por meio da construção de dois novos assentamentos.

Esta ação constitui uma violação clara das normas do Direito Internacional, da Quarta Convenção de Genebra e da Resolução nº 497 do Conselho de Segurança, que considerou a decisão de Israel de impor suas leis no Golã como nula e sem efeito jurídico internacional, detalhou o texto da declaração.

O Golã, como reafirma a nota, é uma parte inseparável do território da Síria que trabalhará para recuperá-lo por todos os meios disponíveis e garantidos pelo direito internacional.

Também exortou as Nações Unidas e seus Estados membros a assumirem suas responsabilidades e pressionar Tel Aviv a encerrar sua ocupação e rejeitar a situação jurídica derivada das violações pelas autoridades de ocupação das normas do direito internacional.

“O comportamento irresponsável e provocador de Israel não teria chegado a este ponto sem a proteção fornecida pelas sucessivas administrações dos Estados Unidos”, concluiu o ministério em seu comunicado.

Israel ocupou o Golã após a chamada Guerra dos Seis Dias, em 1967, e incorporou aquele território ao seu ordenamento jurídico em 1981, que foi rejeitado pela comunidade internacional.

A administração anterior dos EUA reconheceu a soberania israelense sobre esta região em 2018 em uma violação clara e flagrante das resoluções do Conselho.

oda/fm/cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.