27 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Preocupação da ONU com a deterioração da situação na Cisjordânia

ONU

Preocupação da ONU com a deterioração da situação na Cisjordânia

Nações Unidas, 21 dez (Prensa Latina) O coordenador especial das Nações Unidas para o processo de paz no Oriente Médio, Tor Wennesland, expressou hoje grande preocupação com a deterioração da segurança na Cisjordânia ocupada, incluindo Jerusalém Oriental.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Conforme ele informou ao Conselho de Segurança, a situação naquele território palestino ocupado por Israel corre o risco de se deteriorar ainda mais, e isso também pode afetar a Faixa de Gaza e minar a cessação das hostilidades que existe desde maio.

Portanto, frisou, é fundamental que todas as partes tomem medidas imediatas para reduzir as tensões e restaurar a calma.

Desde 29 de setembro, as forças de segurança israelenses mataram 12 palestinos, incluindo uma mulher e quatro crianças, lamentou Wennesland.

Além disso, ele acrescentou, 39 palestinos, incluindo quatro crianças, foram feridos por colonos israelenses ou outros civis judeus.

Por outro lado, dois israelenses morreram e cerca de trinta ficaram feridos, incluindo membros das forças de segurança de Tel Aviv.

Esses níveis crescentes de violência que vimos no território palestino ocupado nas últimas semanas deveriam ser um aviso claro para todos nós, frisou ele no Conselho de Segurança.

Se eles não forem atendidos, outra rodada de violência destrutiva e sangrenta poderá ser desencadeada, alertou o alto representante da ONU e apelou à ação o mais rápido possível para evitar que isso aconteça.

A construção de assentamentos israelenses em território palestino foi outro dos temas debatidos nesta terça-feira no Conselho de Segurança.

Há poucos dias, o governo palestino condenou os planos de Tel Aviv de construir novos assentamentos judeus dentro e ao redor da Jerusalém Oriental ocupada, enfatizando que isso é uma violação do direito internacional.

A Chancelaria afirmou que o objetivo final do Estado ocupante é completar “o processo de judaização” daquela área e mudar sua realidade histórica, jurídica e demográfica.

Além disso, ele enfatizou que Israel deseja separar Jerusalém Oriental do resto da Cisjordânia cercando a cidade com um cordão de assentamentos judeus.

A demolição de propriedades palestinas e a expansão israelense pela Cisjordânia preocupam organizações como as Nações Unidas, que condenam essa prática colonialista e ilegal, expressa em resoluções do Conselho de Segurança.

glmv

ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.