27 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Escritora argentina destaca lealdade revolucionária de Vicente Feliú

Escritora argentina destaca lealdade revolucionária de Vicente Feliú

Buenos Aires, 20 dez (Prensa Latina) A escritora, jornalista e intelectual argentina Stella Calloni descreveu hoje o recém falecido fundador da nova trova cubana Vicente Feliú como um ser humano maravilhoso e destacou sua lealdade à Revolução e ao seu país.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em uma carta enviada à Prensa Latina, que ela intitulou “Vicente Feliú, um eterno trovador”, a autora ressalta que o artista notável “deixou seus territórios de música e poesia sabendo que já estava semeado entre nós”.

Ele estava prestes a iniciar um novo concerto e caiu no palco, em seu mundo de magia poética, abraçando seu violão, símbolo de sua vida de peregrino, diz ela sobre a morte surpreendente do artista na última sexta-feira.

Calloni salienta que Feliú foi um dos criadores de um dos eventos culturais mais importantes da Revolução Cubana, o Nueva Trova, que desafiou todo isolamento e saiu para o mundo para mover as multidões.

“Ele enriqueceu a canção com uma linguagem que ultrapassou a linguagem da letra, sempre poética, que enamorou e incendiou como expressão eterna da Nueva Trova, cujas canções continuam a viajar por todos os cantos do mundo e encorajou uma geração inteira e continuam a fazê-lo até hoje”, salienta a escritora.

Movida por sua partida física, Calloni lembra que Feliú compartilhou com cantores-compositores de diferentes países, mas também com a humildade de um verdadeiro revolucionário, com muitos jovens desconhecidos que estavam dando seus primeiros passos, como na Argentina.

Entre muitas lembranças, a intelectual assinala que teve a felicidade de compartilhar alguns encontros tanto em Buenos Aires como em Havana, onde esteve junto com sua família e sua filha, herdeira da mesma paixão.

“Eles cantaram juntos como se estivessem cantando diante de uma multidão, e com a mesma emoção. Ele adorava estar entre amigos, em qualquer lugar, mesmo nos menores e mais humildes dos lugares. Acho que eles eram até mesmo seus favoritos”.

Depois de destacar sua simplicidade e sensibilidade, Calloni descreve o autor de Mira como te creo mujer, entre tantos outros, como um homem transparente e caloroso, que encorajava qualquer um que quisesse caminhar nos labirintos da eterna rebelião.

“Só quero lembrá-lo como o ser humano maravilhoso que ele foi, por seu trabalho artístico e sua lealdade a uma revolução, que ele continuará a proteger e a reivindicar com sua arte nas estradas do mundo”.

acl/may/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.