21 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Líder da oposição condenada a 20 anos de prisão no Benin

Reckya-Madougou

Líder da oposição condenada a 20 anos de prisão no Benin

Porto Novo, 11 dez (Prensa Latina) Um tribunal nesta capital beninense condenou hoje a líder da oposição Reckya Madougou a 20 anos de prisão sob a acusação de cumplicidade no terrorismo, ao tentar assassinar figuras públicas, informou a imprensa local.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

De acordo com uma declaração do tribunal, Madougou, que já serviu como ministra da justiça e se apresentou como candidata nas últimas eleições, realizadas em 11 de abril, também foi punida por tentar desestabilizar o país e boicotar essas eleições.

A eleição foi ganha pelo atual presidente, Patrice Tolon, com 86,6% dos votos, que concorreu ao lado de outros dois candidatos para o cargo de chefe de estado.

De acordo com a decisão judicial do chamado Tribunal para a Repressão de Crimes Econômicos e Terrorismo, a ré também terá que pagar 50 milhões de francos CFA, equivalentes a cerca de 76.000 euros, informou o jornal online La Nouvelle Tribune.

No início da terça-feira, o tribunal especial, que os críticos do governo acusam de amordaçar a oposição por suas ações, condenou Joel Aivo, considerado um dos principais líderes políticos, a 10 anos de prisão por crimes como lavagem de dinheiro e conspiração contra o Estado.

Organizações humanitárias denunciaram, neste contexto, o caráter arbitrário das prisões pós-eleitorais ordenadas pelas autoridades beninenses contra os representantes da oposição.

rgh/obf/vmc

ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.