21 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Promotora de Nova York vai intimar Donald Trump

Trump

Promotora de Nova York vai intimar Donald Trump

Washington, 9 Dez (Prensa Latina) A procuradora-geral de Nova York, Lititia James, vai intimar o ex-presidente Donald Trump para testemunhar em uma investigação de fraude como parte de uma investigação civil, informou o New York Times hoje
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

James tenta questionar o ex-presidente sob juramento como parte do processo sobre suas atividades comerciais e, de acordo com duas pessoas mencionadas pelo jornal, este é um movimento incomum que ocorre em um momento crítico em uma investigação criminal paralela de Trump. De acordo com relatos como parte da investigação realizada pelo promotor distrital de Manhattan, Cyrus R. Vance Jr, a possível data do interrogatório será 7 de janeiro e se James encontrar evidências de irregularidades, ele poderá entrar com um processo contra o ex-presidente ( 2017 -2021), mas não foi possível apresentar acusações criminais.

Vance tenta mostrar em uma longa investigação se o magnata de Nova York ou a Organização Trump se envolveu em um padrão de fraude criminosa ao apresentar intencionalmente valores de propriedade falsos a credores em potencial.

Os escritórios de ambos os promotores concordam em suas investigações sobre o ex-número um do governo dos Estados Unidos e, de acordo com o Times, ele poderia se recusar a testemunhar assim que James o convocasse formalmente.

O Times esclareceu que os advogados do réu poderiam pedir a um juiz que bloqueie a declaração, argumentando que seu depoimento poderia ser usado injustamente contra ele na investigação criminal, violando seu direito constitucional contra a autoincriminação.

Mesmo se um juiz decidir a favor do processo de James, Trump poderia invocar seu direito da Quinta Emenda e se recusar a responder às perguntas, disse o jornal.

“Isso não faz parte da investigação criminal”, disse Danny Frost, um porta-voz de Vance, recusando-se a dar detalhes sobre se o gabinete de James notificou os promotores de Vance sobre o pedido para questionar o ex-presidente.

Os magistrados começaram a investigação civil sobre o então governante em março de 2019, que se concentra em alguns dos mesmos tópicos da investigação criminal que está sendo supervisionada por Vance e incluiu o escrutínio de propriedades semelhantes, incluindo a propriedade de Seven Springs. Trump em Westchester Condado.

Atualmente, o ex-presidente e sua equipe jurídica estão tentando impedir um seleto Comitê do Congresso de acessar a documentação mantida pelos Arquivos das Nações Unidas sobre o ataque ao Capitólio em 6 de janeiro e o que se entende como um esforço para encobrir as ações de o ex-presidente, sob o manto fino da impunidade executiva.

O magnata nova-iorquino continua com sua impugnação judicial, manobras que durarão até que seja esclarecido se o privilégio executivo protege o ex-presidente que faz parte da investigação contra as pessoas que, segundo diversos meios de comunicação, tentaram golpear no país.

mgt/lb/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.