22 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Partido para o qual Castillo foi eleito rejeita seu impeachment

partido, Perú Libre, rechazo, destitución, presidente, Castillo

Partido para o qual Castillo foi eleito rejeita seu impeachment

Lima, 6 dez (Prensa Latina) O partido Peru Libre rejeitou hoje a vaga parlamentar (impeachment) do presidente Pedro Castillo e a denunciou como um golpe de Estado, apesar de discordar do governo do homem que chegou ao cargo como seu candidato.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A decisão foi tomada por unanimidade pela assembleia da organização liderada pelo médico Vladimir Cerrón, que analisou a vaga proposta por três partidos de direita que a têm incentivado desde o início da administração de Castillo, em julho passado.

Cerrón informou que o Perú Libre “rejeita veementemente a moção de vacância presidencial, promovida e impulsionada por setores fascistas”.

Descreveu as divergências do partido com o governo como graves, mas acrescentou que “isto não justifica participar de um golpe de Estado contra a democracia”.

O anúncio garantiu que os 37 congressistas do Peru Libre votarão contra a demissão do presidente, por suposta incapacidade moral, depois que o setor de legisladores mestres, aliado ao partido, anunciou seu apoio ao Castillo contra a vaga.

Anteriormente, outras forças de esquerda, como a co-governadora Juntos por el Perú e grupos centristas também expressaram sua rejeição à vaga, o que, segundo estimativas políticas e jornalísticas, tornaria impossível que a proposta obtivesse os dois terços de votos necessários para ser aprovada.

Um comunicado do Perú Libre condenou os setores fascistas inclinados a retirar o chefe de Estado do cargo e atribuiu-lhes preconceitos militaristas, confessionais e totalitários.

Rejeitando os argumentos dos proponentes, ele os descreve como falsos e nega a acusação de que a campanha eleitoral de Castillo foi financiada com fundos ilegais.

Sobre a alegação da direita de que o presidente é o culpado da instabilidade econômica, observa que isto é causado pelos poderes que são para “desmoralizar e disciplinar o povo que ousou eleger um governo de esquerda”.

A decisão do Peru Libre foi anunciada na véspera da sessão plenária do Congresso da República para discutir a admissão para o debate da moção de vaga, que requer 52 votos, mais do que os reunidos pelos partidos promotores: Renovación Popular, Fuerza Popular e Avanza País.

A imprensa pró-impeachment especulou que os legisladores do Perú Libre, devido a seus desacordos com o governo, poderiam fornecer os votos em falta para dar lugar à moção.

mgt/mrs/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.