20 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

China denuncia impacto das sanções dos EUA sobre Cuba e outros países

China, denuncia, EEUU, sanciones, Cuba, países, latinoamericanos

China denuncia impacto das sanções dos EUA sobre Cuba e outros países

Beijing, 6 dez (Prensa Latina) A China denunciou hoje que a imposição de sanções arbitrárias pelos Estados Unidos contra Cuba, Venezuela, Irã, Bielo-Rússia e outros países prejudicou o desenvolvimento econômico e, em alguns, até gerou descontentamento social.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Uma investigação acadêmica da Universidade de Renmin descreveu o caso da ilha caribenha como o mais infame de todos, pois sofreu por mais de seis décadas o bloqueio econômico, financeiro e comercial de Washington, apesar da demanda internacional para suspendê-lo de uma vez por todas.

Ele indicou que, além de Cuba, a República Popular Democrática da Coréia, o Irã e a Síria estão entre os territórios punidos por mais tempo.

“Os Estados Unidos lançaram revoluções de cor em outros países do mundo para derrubar e subverter os regimes legitimamente eleitos por seus povos e, ao mesmo tempo, promoveram o poder político pró-americano (…) como um agente de seus interesses”, afirmou o estudo.

Ele citou a Venezuela como exemplo, onde entre 2014 e 2020 a economia se contraiu, teve sete milhões de pessoas necessitando de ajuda humanitária em 2019 e uma alta taxa de inflação no ano passado.

A investigação chinesa inseriu todos esses casos, levantando várias questões sobre o sistema democrático da nação norte-americana.

O texto afirmava que, nos últimos anos, a Casa Branca utilizava o tema como pretexto para incorrer na violação dos direitos humanos e na desintegração de sua própria sociedade, enquanto externamente servia de pretexto para manter a hegemonia, intrometer-se nos assuntos internos e minar na ordem internacional.

Além desta publicação, a China divulgou neste fim de semana uma que coletou fatos, números e opiniões de especialistas e organizações mundiais sobre as fissuras dos Estados Unidos na democracia, em reação a uma Cúpula sobre o assunto que Washington realizará esta semana.

Outro documento detalhou as características de sua própria democracia e abriu um encontro internacional para discutir a origem, as diferentes formas e a eficácia na aplicação dessa forma de organização social.

Essas iniciativas precedem a cúpula norte-americana convocada para os próximos dias 9 e 10 “com o objetivo de estabelecer uma agenda de renovação democrática e de enfrentar as maiores ameaças que as nações enfrentam”.

Mas analistas concordam que a nomeação será mais uma tentativa de Washington de manter a hegemonia e conter a China.

jf / ymr / ls

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.