18 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Governadores e prefeitos tomam posse na Venezuela

governadores-e-prefeitos-tomam-posse-na-venezuela

Governadores e prefeitos tomam posse na Venezuela

Caracas, 4 dez (Prensa Latina) As autoridades venezuelanas eleitas nas eleições de 21 de novembro começaram a tomar posse nesta semana, em um cenário marcado hoje pelos reiterados apelos do governo nacional ao diálogo político.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Durante uma visita a vários estados do país, para participar dos atos de posse dos governadores do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), o presidente Nicolás Maduro insistiu na necessidade de trabalharmos juntos na busca de soluções para as demandas e problemas da sociedade. De Carabobo, o chefe de estado defendeu na véspera dar aos chefes de governo e prefeitos maior autonomia na tomada de decisões, para desenvolver e executar obras e promover serviços públicos para o bem-estar da população.

Da mesma forma, no meio da semana, o presidente da Venezuela recebeu os governadores da oposição de Zulia, Manuel Rosales, no Palácio Miraflores (sede do Executivo); Nueva Esparta, Morel Rodríguez; e Cojedes, Alberto Galíndez, para coordenar ações baseadas no desenvolvimento econômico e social dessas demarcações.

Em declarações à imprensa, Maduro qualificou de úteis e frutíferas as conversas mantidas com dirigentes da oposição, que juntamente com o governo nacional apoiam a ideia de um trabalho conjunto e da resolução dos problemas do povo, disse.

O dignitário explicou que as questões debatidas com os dirigentes da oposição giram em torno dos serviços públicos e da economia, aspectos sobre os quais foram tratadas propostas que serão encaminhadas com base no diálogo e no entendimento.

As eleições regionais e municipais de 21 de novembro deixaram um saldo favorável para o PSUV e seus aliados do Grande Pólo Patriótico de 19 províncias e mais de 60 por cento dos prefeitos da nação sul-americana.

Maduro informou na véspera que a principal força política do país anunciará no próximo domingo o candidato a governador pelo estado de Barinas, onde deverão ser repetidas as eleições para o cargo principal da demarcação, por decisão do Supremo Tribunal de Justiça ( TSJ).

O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) acertou na passada terça-feira a convocação do novo processo eleitoral para 9 de janeiro de 2022, após a Câmara Eleitoral do Supremo Tribunal Federal ter decidido suspender os procedimentos de totalização de autos por alegadas violações dos direitos constitucionais à participação e sufrágio.

Da mesma forma, a entidade judiciária resolveu desqualificar o cidadão Freddy Superlano, candidato à Mesa da Unidade Democrática, por estar sujeito a procedimentos administrativos, penais e inquéritos.

O Supremo Tribunal Federal considerou que a condição de inelegibilidade do Superlano violava os princípios de igualdade, equidade e transparência na oferta eleitoral, embora as projeções da CNE lhe dessem uma vantagem de 0,39 pontos percentuais sobre o candidato à reeleição Argenis Chávez, que posteriormente renunciou ao cargo de governador.

msm / wup /ml

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.