23 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Kabir Bedi diz que ser seu próprio herói

kabir Bedi

Kabir Bedi diz que ser seu próprio herói

Por Alfredo Boada Mola
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Nova Déli, 27 nov (Prensa Latina) Aclamado ator indiano Kabir Bedi afirma ter qualidades similares às do lendário Sandokan, o herói dos romances de Emilio Salgari que ele interpretou enquanto refletia seu espírito e objetivos na vida.

“Tenho tanto de Sandokan quanto Sandokan tem de mim”, disse Kabir Bedi à Prensa Latina em uma entrevista em Nova Déli, comentando seu papel de protagonista como o lutador anticolonial fictício, o que o catapultou para a fama mundial.

Seu pai (Baba Pyare Lal Singh Bedi) casou-se com sua mãe britânica (Freda Bedi) e ambos lutaram pela independência da Índia, uma história semelhante à do mítico protagonista de Os Tigres de Mompracen.

“Então entendi muito bem sua luta, seu idealismo e seu amor, e coloquei em meu caráter tanto quanto pude dar a partir de minha própria experiência e meditação”, acrescentou Bedi.

Ele lembra que quando fazia o papel de Sandokan, um líder natural e enérgico que acredita sem reservas na justiça e na liberdade, o diretor italiano Sergio Sollima o advertiu: “Ele é um herói, mas não agia como tal, porque os heróis são apenas pessoas comuns que realizam atos extraordinários.

“Essa é a natureza de Sandokan,… um homem que acredita no que faz”, disse o famoso ator.

Em meu espírito, sou meu próprio herói e tento realizar meus sonhos, disse a estrela do cinema indiano quando perguntado se existe algum ídolo para ele na vida real.

Depois de interpretar várias figuras fascinantes em peças de aventura, incluindo o Corsário Negro, Bedi teve que superar a digitação lógica dos diretores e provar sua virtuosidade de atuação.

Em seu texto biográfico “Histórias que devo contar”, Kabir Bedi olha para trás em sua vida, como se estivesse numa viagem ao seu passado, em meio a memórias de amor e perda.

Nas palavras de Bedi, seu livro não é apenas sobre seus triunfos e grandes amores, mas também sobre suas tragédias, sua queda, sua ruína e sua própria ressurreição, em uma “montanha-russa de emoções”.

De Cuba, onde viajou para o Festival Habano em 2015, comenta com emoção o afeto de seu povo, que ele descreve como maravilhoso, e também sua fabulosa comida e música, os charutos e plantações de tabaco que visitou e seus encontros com os artistas da ilha.

Ele disse que amava o povo cubano, que disse ter virtudes muito comuns às do povo da Índia, tais como hospitalidade, familiaridade e bondade, ao mesmo tempo em que nos exortava a continuar a luta para preservar a vida em nosso planeta.

msm/abm/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.