20 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Recordam em Cuba mártir da alfabetização

Manuel-Ascunce---Pedro-Lantigua

Recordam em Cuba mártir da alfabetização

Havana, 26 nov (Prensa Latina) O assassinato por gangues armadas do jovem professor de alfabetização Manuel Ascunce e seu aluno Pedro Lantigua, em 1961, é lembrado hoje em Cuba como um dos crimes mais horrendos da contrarrevolução.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A guerra irregular contra o governo revolucionário organizada a partir de meados de janeiro de 1959 pela Agência Central de Inteligência (CIA) dos Estados Unidos nas montanhas Escambray, atual província de Sancti Spíritus, teve como objetivo impedir a Campanha de Alfabetização com este e outros atos.

“Eu sou o professor aqui”, disse Ascunce a seus captores, que, usando de engano, conseguiram desarmar Lantigua naquela tarde e depois enforcá-lo aos dois com arame.

O crime provocou a indignação popular e milhares de jovens aderiram à Campanha, que hoje é considerada o primeiro grande evento cultural da Revolução.

Esta cruzada pelo conhecimento, sem paralelo nas Américas e no mundo, continuou mesmo durante a invasão mercenária de abril de 1961 na Playa Girón.

Graças ao épico educacional, mais de 700.000 cubanos aprenderam a ler e escrever em apenas alguns meses, permitindo ao país reduzir sua taxa de analfabetismo de 23,6% para 3,9%, enquanto apenas os idosos ou aqueles com condições de saúde incapacitantes permaneceram analfabetos.

Em 22 de dezembro de 1961, Cuba foi proclamada Território Livre do Analfabetismo em uma manifestação maciça na Plaza de la Revolución.

gas/evm/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.