26 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Homenagem ao líder histórico Fidel Castro por Cuba e pelo mundo

Fidel-Castro-Ruz

Homenagem ao líder histórico Fidel Castro por Cuba e pelo mundo

Havana, 26 nov (Prensa Latina) Uma homenagem ao líder histórico Fidel Castro, nos primeiros cinco anos desde sua partida física, inundou praças, instituições de trabalho e estudo e culminou com a inauguração de um centro com seu nome em Cuba.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Dedicado à análise e divulgação de seu pensamento, a criação do local é de natureza excepcional, em resposta à decisão do Comandante-Chefe – como ele também é conhecido – de não erguer monumentos, bustos e estátuas em seu nome, nem de nomear praças, parques, avenidas, instituições e lugares públicos a partir dele.

Seguidor fiel do pensamento do Herói Nacional de Cuba, o escritor e jornalista José Martí (1853-1895), Fidel Castro entendeu a máxima de Martí de que “toda a glória do mundo cabe em um grão de milho”.

Isto não impediu que o povo do país antilhano e amigos de todos os continentes recordassem uma vida inteiramente dedicada a causas justas e a levar pelo exemplo, a viajar para o futuro e voltar para contar a história, como disse o ex-presidente argelino Abdelaziz Bouteflika.

Os jovens cubanos realizaram um evento solene na noite anterior ao aniversário de sua partida física, nos degraus da Universidade de Havana, onde o líder histórico disse que se tornou marxista e revolucionário.

De vários países do mundo, membros do movimento de solidariedade internacional realizaram exibições de documentários, apresentações de livros, entre outras iniciativas, e levantaram suas vozes contra o bloqueio econômico, comercial e financeiro e a campanha da mídia americana contra Cuba.

Portugal, Alemanha, Finlândia, Grécia, Filipinas, Líbano, África do Sul, Zimbábue, Angola, Namíbia, Estados Unidos, Vietnã, Hungria, França, Grécia e Eslováquia são apenas alguns dos países onde o nome de Fidel Castro foi ouvido nesta quinta-feira e também nos dias anteriores.

Presentes em Cuba, a 31ª Caravana de Pastores pela Paz, o grupo de amigos italianos que estão realizando aqui o ensaio clínico Soberana Plus-Turin, ativistas da Associação de Amizade Portugal-Cuba e da brigada canadense “Ernesto Che Guevara”, também evocaram os ensinamentos do estadista e revolucionário.

Em seu Twitter, o presidente da ilha caribenha, Miguel Díaz-Canel, lembrou o líder mundial, sobre quem ele disse que suas ideias estarão sempre presentes, pois foram elas que tornaram possível “elevar o bastião de dignidade e justiça que representa nosso país”.

Cubanos de várias gerações chegaram ao cemitério de Santa Ifigenia onde se encontram seus restos mortais, na província oriental de Santiago de Cuba, junto com autoridades provinciais; enquanto no distrito de Vedado, na capital, jovens e personalidades como o reverendo Raúl Suárez participaram de um passeio com lenços vermelhos, uma réplica do iate Granma, canções e faixas.

Mais uma vez Cuba não estava sozinha, assim como não estava sozinha há cinco anos, quando presidentes, personalidades e amigos da ilha vieram aqui homenagear e acompanhar seus habitantes para dar adeus a Fidel Castro em sua passagem para a eternidade.

jha/lrg/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.