28 de November de 2021

NOTICIAS

Venezuela rejeita declaração do Reino Unido sobre eleições

Venezuela rejeita declaração do Reino Unido sobre eleições

Caracas, 25 nov (Prensa Latina) A Venezuela descreveu hoje como inaceitável a declaração emitida pelo Foreign, Commonwealth and Development Office do Reino Unido a respeito das eleições realizadas no último domingo na nação sul-americana.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Uma declaração do Ministério das Relações Exteriores denunciou a intencionalidade política hostil contra o governo e o povo venezuelano, através da interferência nos assuntos internos de um país soberano.

Caracas também pediu ao Reino Unido que deixasse de lado o desrespeito, a interferência e as práticas coloniais como parte de sua política externa, e exigiu uma retificação da declaração acima mencionada, segundo a qual as condições para eleições livres e justas na nação bolivariana caíram “muito abaixo dos padrões exigidos”.

“A participação de todos os setores políticos do país (…) e o acompanhamento de mais de 300 observadores internacionais e missões de acompanhamento eleitoral, atestam a existência na Venezuela de uma democracia vibrante e a robustez de um dos sistemas eleitorais mais auditados do mundo”, sublinhou o texto.

O governo venezuelano também ratificou seu compromisso de fortalecer a vitalidade da democracia participativa e protagonista, ao mesmo tempo em que reitera seu pedido ao Reino Unido para a devolução imediata do ouro apreendido nos cofres dos bancos britânicos.

mgt/wup/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.