30 de November de 2021

NOTICIAS

Empresas chinesas exploram projetos para extrair lítio no Afeganistão

China, afganistán, litio, proyectos

Empresas chinesas exploram projetos para extrair lítio no Afeganistão

Beijing, 24 de nov (Prensa Latina) Representantes de várias empresas chinesas chegaram ao Afeganistão com vistos especiais, alguns estão analisando projetos de extração de lítio e outros já fecharam contratos relacionados à atividade, noticiou hoje a imprensa local.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

De acordo com o jornal Global Times, a viagem dessas pessoas aconteceu no início deste mês após uma coordenação entre o comitê sino-árabe de promoção econômico-comercial e o Ministério de Minas daquele país.

Em meio aos laços de amizade, acrescentou o jornal, o interesse das empresas chinesas no setor de mineração do Afeganistão está crescendo porque as vastas reservas de cobre e lítio são estimadas em mais de um trilhão de dólares.

Especialistas acreditam que o estado da Ásia Central pode até competir com a Bolívia, hoje líder mundial em depósitos de lítio.

No entanto, as empresas chinesas estão preocupadas com a incerteza e a segurança do território afegão, atolado em crise após a saída das tropas americanas no verão.

Alguns podem esperar até ter certeza de que as condições melhoram e há estabilidade firme lá, tomando como experiência os bloqueios de estradas no projeto da mina de cobre Aynak.

Esta pedreira é a segunda maior do mundo, as empresas chinesas participam da sua exploração, mas pouco avançaram justamente por problemas de insegurança.

Após a entrada do Taleban em Cabul em agosto passado, as autoridades de Beijing disseram que “continuarão a apostar em relações de boa vizinhança, cooperação e amizade” com o Afeganistão, reiterando sua não interferência nos assuntos internos e oferecendo apoio à promoção de uma solução política para os problemas existentes após 20 anos de ocupação.

As empresas ali presentes começaram a preparar-se para expandir os investimentos assim que começar a reconstrução, o Governo prometeu disponibilizar fundos para este processo e chegou a enviar parte da ajuda.

De fato, no sábado, outro trem com mil toneladas de produtos humanitários partiu para lá.

No entanto, a China insistiu que o movimento honre sua promessa de romper os laços com qualquer organização terrorista, combater o Movimento Islâmico do Turquestão Oriental e resolver os problemas que impedem a manutenção da paz regional e o desenvolvimento da cooperação.

Ele pediu que o Taleban assumisse uma postura aberta, tolerante e respeitosa com os direitos humanos das mulheres e crianças, no caminho para a reconstrução do país.

Ele também recomendou a promoção da unidade entre todos os grupos étnicos afegãos e frações, adotando uma política amigável com o resto da área e construindo um estado moderno que atenda às necessidades de sua população.

mem / ymr / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.