19 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

União Africana apoia o acordo civil-militar no Sudão

União Africana apoia o acordo civil-militar no Sudão

Cartum, 22 nov (Prensa Latina) A União Africana (UA) saudou hoje o acordo surpresa alcançado ontem entre civis e militares no Sudão, que permitirá ao ex-primeiro-ministro deposto Abdalllah Hamduk voltar como chefe de governo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O endosso veio na forma de uma declaração do Presidente da Comissão da UA Moussa Faki Mahamat, que descreveu o acordo entre Hamduk e o chefe do exército e presidente do Conselho Transitório Soberano (STC), General Abdel Fattah al Burhan, como “um importante passo à frente para o retorno à ordem constitucional”.

Em 25 de outubro, unidades militares da capital encenaram uma revolta liderada por al Burhan, que dissolveu o governo civil, deteve Hamduk e seus ministros, e declarou estado de emergência no país.

A ação provocou fortes críticas dos quadrantes políticos, condenações da UA, da União Europeia, da Liga Árabe e de países individuais e, pior de tudo, desencadeou protestos populares maciços nos quais dezenas de pessoas foram mortas e cerca de uma centena de feridos.

A nuvem escura no clima aparente de conciliação apareceu no horizonte com declarações da liderança das Forças de Liberdade e Mudança (FFC), os organizadores dos protestos após a revolta militar de outubro passado e antes das manifestações de 2019 que depuseram o ex-presidente Omar al-Bashir.

Membros do FFC, participantes do gabinete dissolvidos pelos militares, rejeitaram hoje o acordo Hamduk-al Burhan e o descreveram como uma “consagração do governo golpista militar”.

Assim, as próximas horas serão decisivas para o destino do novo entendimento civil-militar e a capacidade de formar um governo aceitável por todos os partidos capazes de conduzir o país de volta à democracia após a organização das eleições no início de 2023.

Tudo isso em meio a um contexto econômico crítico, em última análise um dos fatores fulminantes que desencadeou os protestos em massa contra al-Bashir.

mem/msl/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.