28 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Sistema bancário do Afeganistão pode entrar em colapso em meses

Sistema bancário do Afeganistão pode entrar em colapso em meses

Cabul, 22 nov (Prensa Latina) O sistema bancário do Afeganistão pode entrar em colapso em alguns meses sem que sejam tomadas medidas urgentes para resolvê-lo, alertou hoje um relatório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Esse órgão da ONU afirma que a falência do sistema bancário e o consequente impacto social negativo acarretaria um enorme custo econômico para o Afeganistão, disse a agência de notícias afegã Pajhwok.

De acordo com o texto, o problema dos bancos deve ser resolvido rapidamente para melhorar a limitada capacidade de produção do Afeganistão e evitar o colapso do sistema bancário.

Abdallah al Dardari, chefe do PNUD no país, disse que a situação é tão terrível que todas as opções possíveis devem ser consideradas.

Em um esforço para salvar o sistema bancário, o PNUD propôs um esquema de seguro de depósitos, medidas para garantir liquidez suficiente para as necessidades de curto e médio prazo, bem como garantias de crédito e opções para adiar o reembolso dos empréstimos.

Com as tendências atuais e restrições às retiradas, cerca de 40% da base de depósitos do Afeganistão seria perdida até o final do ano.

Os bancos pararam de oferecer novos créditos e os empréstimos inadimplentes quase dobraram, revelou o relatório do PNUD.

A liquidez também é um problema, já que as instituições afegãs dependiam fortemente de embarques físicos de dólares interrompidos, acrescentou o canal de notícias TOLO.

Desde a ascensão ao poder do movimento Talibã, o Afeganistão está mergulhado em uma crise humanitária e precisa de ajuda internacional urgente.

O grupo armado fundamentalista islâmico radical conquistou Cabul em agosto passado, enquanto os Estados Unidos e a Otan retiraram suas tropas após 20 anos de ocupação e bilhões de dólares em gastos de guerra, além de milhares de civis mortos.

Hoje, o país da Ásia Central está mais pobre do que há duas décadas, com cinco milhões de deslocados internos e quase 23 milhões de habitantes ameaçados pela fome.

jf / abm / ls

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.