22 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Diminuição da Covid-19 é destaque na Costa Rica

covid19

Diminuição da Covid-19 é destaque na Costa Rica

San José, 13 nov (Prensa Latina) A diminuição de novos casos, hospitalizações e mortes associadas à Covid-19 pela quarta semana consecutiva se destacou na Costa Rica na semana que termina hoje.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

No relatório semanal sobre o comportamento da pandemia, o vice-ministro da Saúde Pedro González informou na terça-feira que de 31 de outubro a 6 de novembro houve 2.537 novos casos positivos de SARS-CoV-2, uma redução de 25,6% em relação ao mesmo período do ano passado, quando houve 3.411 casos confirmados.

Ele disse que 87 pessoas morreram na semana passada por causas associadas à doença, uma média diária de 12 mortes, 11,4% menos do que as 87 mortes relatadas de 24 a 30 de outubro.

Ele detalhou que 58,8% dessas 87 mortes foram relatadas na faixa etária de 65 anos ou mais; 26,8% entre 50 e 64 anos; 13,4% entre 18 e 49 anos e 1% entre zero e 17 anos.

Sobre hospitalizações, o vice-ministro da saúde disse que o número médio de hospitalizações por dia de 31 de outubro a 6 de novembro foi de 550, 26,1% abaixo dos 688 nos sete dias anteriores.

Desde março do ano passado, quando a pandemia foi atingida, a Costa Rica já registrou 562.966 casos confirmados e 7.176 mortes por Covid-19.

Por outro lado, o Centro Nacional de Farmacovigilância do Ministério da Saúde da Costa Rica relatou 19 mortes associadas com as vacinas Covid-19 da Pfizer/BioNTech e AstraZeneca, dos 47 casos graves registrados.

O relatório periódico desta entidade afirma que a partir de 24 de dezembro de 2020, quando a vacinação anti-Covid-19 começou até 1 de outubro, foram registradas 19 mortes, 18 delas ligadas à vacina Pfizer/BioNTech e uma à AstraZeneca, a maioria delas em pacientes com múltiplos fatores de risco ou comorbidades.

Xiomara Vega, da Unidade de Padronização e Controle, disse que dos 19 casos relatados como mortes, sete foram considerados condicionais, ou seja, a sequência temporal foi razoável e a reação não pôde ser explicada pela condição clínica do paciente.

Da mesma forma, ela continuou, nove casos foram classificados como improváveis, que carecem de relatórios anteriores e não atendem aos critérios acima para estabelecer uma relação causal com a vacina, enquanto três foram considerados possíveis, visto que pode ser devido a outros fatores do paciente.

Vega disse que no total eles analisaram 8.492 – 0,2% dos injetados – eventos relacionados à vacinação, e disse que febre, dor de cabeça e dores locais continuam sendo os sintomas de saúde mais relatados após a imunização.

rgh/ale/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.