27 de November de 2021

NOTICIAS

Díaz-Canel ratifica a paz e a segurança como baluartes de Cuba

Miguel Díaz Canel, en comparescencia especial

Díaz-Canel ratifica a paz e a segurança como baluartes de Cuba

Havana, 13 nov (Prensa Latina) O presidente cubano Miguel Díaz-Canel ratificou hoje a paz e a segurança como bastiões do país antilhano, no contexto de agressão contra sua soberania promovida por operadores políticos dos Estados Unidos.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O presidente lembrou em seu relato no Twitter o ambiente global cada vez mais agressivo e inseguro que persiste, e enfatizou que a ilha caribenha vive e viverá em paz. “Cuidamos da paz como cuidamos de nossos filhos”, reconheceu ele.

No dia anterior, o chefe de Estado garantiu em uma aparição de rádio e televisão que Cuba não cederá às pressões, chantagens e interferências externas, em relação às tentativas de desestabilização contra a ilha caribenha e às provocações previstas para 15 de novembro, quando o país abrirá suas fronteiras e retomará o ano letivo.

O chefe de Estado destacou que o país defende um projeto socialista genuíno em constante aperfeiçoamento e não sobreviveria ao erro de negligenciar sua proteção, “por isso vamos ao exercício Moncada e ao Dia Nacional da Defesa, para fortalecer e manter nossa soberania”.

“Cuba vive porque seus filhos querem e cada um é responsável por construir o futuro ao qual aspiramos”, disse ele.

Díaz-Canel também apontou as prioridades da ilha caribenha, incluindo a manutenção da paz e a batalha ideológica e econômica.

“Em paz conseguimos as vacinas, conseguimos a imunização, em paz nossa economia se recuperará, portanto, seja calma, atenta e segura”, enfatizou ele.

rgh/lrg/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.