6 de December de 2021

NOTICIAS

Pastores pela Paz: Muitos nos EUA rejeitam o bloqueio a Cuba

Pastores pela Paz: Muitos nos EUA rejeitam o bloqueio a Cuba

Washington, 11 nov (Prensa Latina) Gail Walker, diretora executiva da Fundação Inter-Religiosa para a Organização Comunitária (IFCO) -Pastores por la Paz, afirmou que inúmeras pessoas nos Estados Unidos hoje se opõem ao bloqueio a Cuba.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Muitos estão decepcionados com a política do governo de Joe Biden em relação à ilha, disse a ativista em um vídeo enviado à Prensa Latina no qual ratifica: “Vamos a Cuba” em referência à Caravana de Pastores pela Paz que chegará em La Havana na próxima segunda-feira

A iniciativa de solidariedade, que acontecerá depois de uma pausa forçada pela pandemia de Covid-19, é uma demonstração “de solidariedade e amizade do povo dos Estados Unidos ao povo de Cuba”, afirmou.

Mais de 60 integrantes do grupo viajarão pela primeira vez ao país caribenho para conhecer por si mesmos a realidade ali, o que representa um novo desafio a essa cerca unilateral imposta pela Casa Branca há quase seis décadas.

“Será uma grande viagem”, antecipou Walker, insistindo que a solidariedade é a razão pela qual “deixamos nossas famílias, nosso trabalho e nossa casa” para ir a Cuba.

Filha do fundador das caravanas, o saudoso reverendo Lucius Walker, Gail reiterou seu respeito pelo exemplo que o país caribenho oferece ao mundo e ressaltou que quem o visita pode aprender diretamente com sua realidade.

Ela enfatizou que muitos neste país estão muito “decepcionados e irados” com a recusa de Biden e sua incapacidade de levantar o bloqueio ou pelo menos as 243 medidas tomadas por seu antecessor republicano, Donald Trump, que reforçaram essa política hostil.

A Caravana dos Pastores pela Paz é uma ilustração da verdadeira política de pessoa para pessoa, disse Walker, agradecendo a Cuba por seu exemplo e ratificando seu amor por esse empreendimento.

Por sua vez, Angie Langdon, coordenadora de mídias sociais do IFCO, comentou que a volta da Caravana ocorre em um momento histórico.

No vídeo, gravado durante a coleta de doações a caminho da fronteira com o México, a frase Viva Cuba!

Pasttores pela Paz nasceu em 1988 como um projeto da IFCO em resposta à agressividade na América Latina da administração do ex-presidente Ronald Reagan e suas caravanas começaram em 1992.

“Estamos determinados a vir este ano no outono, por volta de outubro ou novembro, para trazer o maior número possível de pessoas a Cuba”, disse Walker em uma entrevista à Prensa Latina durante uma visita a Havana em junho passado.

O co-presidente da Rede Nacional de Solidariedade com Cuba nos Estados Unidos ratificou então que o bloqueio é “injusto, imoral, o pior da humanidade”.

Quando as fronteiras da nação antilhana forem abertas em 15 de novembro, visitantes como os amigos da Caravana dos Pastores pela Paz chegarão em meio a uma campanha sem precedentes de descrédito, mentiras e calúnias contra a Revolução Cubana.

mgt / dfm / ls

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.