19 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Nicarágua reitera sua rejeição à interferência da OEA

nicaragua-reitera-sua-rejeicao-a-interferencia-da-oea

Nicarágua reitera sua rejeição à interferência da OEA

Guatemala, 11 nov (Prensa Latina) A delegação nicaraguense à 51ª Assembleia Virtual da OEA reiterou hoje sua rejeição a um item sobre a situação interna de seu país na agenda oficial.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O protesto veio na voz de seu representante suplente permanente no mecanismo regional, Michael Campbell, que exigiu que os estados membros “mantenham a adesão irrestrita aos princípios fundamentais de respeito à soberania nacional, autodeterminação e não-discriminação”.

autodeterminação e não-intervencionismo nos assuntos internos”.

A Nicarágua respeita a si mesma, Senhor Presidente, pedimos que nossa rejeição deste item da agenda, intitulado “A situação na Nicarágua”, seja registrada na ata”, disse Campbell imediatamente após a agenda da reunião, presidida pelo Ministro das Relações Exteriores da Guatemala, Pedro Brolo, como país anfitrião e por aclamação dos participantes, foi aprovada.

“Temos sido coerentes em nossa mensagem e com o mandato renovado do povo nicaraguense, dado de forma livre, transparente e soberana através do voto de quase três milhões de cidadãos em 7 de novembro, continuaremos a forjar um futuro de paz, prosperidade e bem-estar”, enfatizou ele.

A objeção da missão permanente da nação centro-americana à proposta apresentada pelo Canadá, Colômbia, Costa Rica, Estados Unidos e Paraguai já está incluída na nota de rodapé da agenda no item 24, que será discutida na sessão de hoje presidida pela Guatemala.

“O Governo da República da Nicarágua denuncia e condena esta prática de interferência e exige respeito por sua integridade e soberania nacional”, diz o documento.

Um cargo semelhante foi ocupado na véspera por Campbell e pelo embaixador na OEA representando o governo de Manágua, Arturo McFields, que conclamou a organização a olhar para o futuro e deixar para trás posições intervencionistas em face de questões sobre o recente processo eleitoral.

“Na Nicarágua, votamos sem pressão, chantagem, interferência e sanções”, disse ele em uma intervenção especial no diálogo dos chefes de delegações e observadores permanentes com o Secretário-Geral e o Secretário-Geral Adjunto.

“Queremos reiterar que os nicaraguenses votam em meu país e isso tem que ser respeitado”, disse ele, em um novo chamado à OEA para não interferir em assuntos de soberania.

Acreditamos que se esta Assembleia é chamada Rumo a uma América Renovada, deve olhar para o futuro e não para o passado com posições neocolonialistas e intervencionistas, refletiu ele.

acl/mmc/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.