1 de December de 2021

NOTICIAS

Líbia abre inscrições para candidatos presidenciais e legislativos

Líbia eleições

Líbia abre inscrições para candidatos presidenciais e legislativos

Trípoli, 8 nov (Prensa Latina) A Comissão Nacional Eleitoral da Líbia abriu hoje o cadastro de candidatos para as eleições presidenciais e parlamentares, um processo fundamental para acabar com a crise desencadeada há uma década com a agressão da Otan.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O chefe da entidade, Emad Al Sayeh, especificou em entrevista coletiva que o mandato dos candidatos a mais alta magistratura termina no dia 22 de novembro e o legislativo no dia 7 de dezembro.

Ele explicou que as eleições presidenciais serão realizadas no dia 24 de dezembro e o segundo turno, se necessário, no dia 14 de fevereiro, quando também ocorrerão as eleições parlamentares.

Até o momento, os ex-embaixadores Ibrahim Dabbash, Aref Al Nayed e Abdel Majid Ghaith Saif Al Nasr anunciaram seus planos de ocupar o chefe de Estado, assim como o comediante Hatem Al Kour.

Também tentarão ser eleitos o ex-chanceler Abdulhadi Al Hawaij, a Indústria Fathi bin Shatwan e o Interior Fathi Bashagha, bem como o ex-presidente do Conselho Presidencial Ahmed Maiteeq.

De acordo com o jornal eletrônico Al Wasat, o primeiro-ministro interino, Abdul Hamid Dbeiba, planeja apresentar sua candidatura, embora esclareça que sua decisão aguarda mudanças na lei eleitoral.

O artigo 12 deste regulamento obriga qualquer candidato a renunciar ao seu governo ou funções militares três meses antes da data das eleições.

Muitos parlamentares e partidos rejeitaram qualquer reforma da legislação e lembraram que funcionários com cargos executivos neste governo provisório assinaram um compromisso em fevereiro de não se candidatarem às eleições.

Para cumprir esse regulamento, no último dia 22 de setembro o chefe do autoproclamado Exército Nacional da Líbia, Marechal Khalifa Haftar, renunciou ao cargo em uma decisão aqui considerada preâmbulo de sua candidatura.

No entanto, até o momento Haftar não fez comentários sobre o assunto, nem o presidente do parlamento, Aqila Saleh, ou Saif al Islam Gaddafi, filho do derrubado e assassinado líder Muammar al Gaddafi, que insinuou seus planos de lutar pelo máxima magistratura do país durante entrevista ao jornal estadunidense The New York Times.

Esta nação vive uma espiral de violência desde a derrubada de Al Gaddafi em 2011, após uma guerra apoiada por membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), incluindo Estados Unidos, França e Reino Unido.

Sob os auspícios da ONU, 75 delegados líbios representando várias facções e territórios elegeram um governo de transição em fevereiro passado, encarregado de liderar o país até as eleições de dezembro.

acl / rob / ls

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.