3 de December de 2021

NOTICIAS

Cresce repúdio global ao bloqueio dos Estados Unidos contra Cuba

Cresce repúdio global ao bloqueio dos Estados Unidos contra Cuba

Havana, 1 nov (Prensa Latina) Cidades de mais de trinta países foram palco, no fim de semana, de atividades para exigir o fim do bloqueio que os Estados Unidos mantêm há seis décadas e que hoje se intensifica contra Cuba.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Os manifestantes também denunciaram as campanhas desestabilizadoras orquestradas principalmente daquela potência do norte para promover uma mudança de regime e interromper o processo de transformação promovido pela ilha desde 1959.

Integrantes de grupos solidários, pessoas de boa vontade e cubanos residentes em nações de várias latitudes realizaram marchas, caravanas de carros e bicicletas, comícios, encontros culturais e debates nas redes sociais.

Na véspera, a iniciativa de solidariedade Puentes de Amor desenvolveu uma mobilização em Washington que exigia que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, levantasse as sanções que visam esmagar a família cubana e impedir o desenvolvimento do país.

Ações semelhantes foram registradas em São Francisco, Nova York, Chicago, Albuquerque e Minnesota, entre outras cidades dos Estados Unidos, enquanto em Ottawa e Vancouver, no Canadá, foram realizadas excursões de carro e bicicleta no sábado em apoio a Cuba.

O apelo teve uma resposta especial na América Latina e no Caribe, em países como Trinidad e Tobago, Venezuela, Paraguai, El Salvador, Panamá, República Dominicana, Nicarágua, Brasil e México.

Neste último, a Associação José Martí de Moradores de Cuba emitiu um comunicado no qual qualificou o bloqueio como genocídio e exigiu o levantamento imediato desse cerco e o fim das agressões contra a ilha. Também foram relatadas ações da Itália, Áustria, Bélgica, Finlândia e Alemanha, entre outras nações europeias, neste final de semana, no encerramento do dia We Have Memory, convocado pelo Instituto Cubano de Amizade com os Povos contra o terrorismo e o bloqueio.

Dezenas de ativistas britânicos e cubanos residentes no Reino Unido vieram de Londres e Birmingham ao porto de Bristol, para demonstrar seu apoio ao direito desta nação caribenha à sua independência, soberania e autodeterminação.

acl / evm / ls

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.