6 de December de 2021

NOTICIAS

Camilo Cienfuegos, luz e legado na cidade cubana

Camilo Cienfuegos, luz e legado na cidade cubana

Camagüey, 28 out (Prensa Latina) Uma das figuras importantes da Revolução Cubana, Camilo Cienfuegos, deixou seu último traço físico nesta cidade, embora seu legado permaneça eterno no povo de hoje.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Foi justamente nesta cidade que um dos pilares do processo liderado por Fidel Castro, que depositou nele sua total confiança durante a luta na Sierra Maestra, e que mais tarde entraria para a história com seu famoso ‘Estou indo bem, Camilo’, foi ser visto pela última vez?

A partida para a eternidade, em 28 de outubro, do aeroporto desta cidade do centro-leste de Cuba, 62 anos atrás, permaneceu no coração de Camagüey, onde o traidor Huber Matos veio buscá-lo.

O ex-comandante do Exército Rebelde, que havia virado as costas ao processo revolucionário de sua posição como chefe militar do 2ú Regimento Ignacio Agramonte, havia manchado o processo socialista na região.

Em seu livro Camilo Cienfuegos, el hombre de las mil anécdotas, o jornalista cubano Guillermo Cabrera, que morreu em Havana, descreveu o discurso do chamado Herói de Yaguajay sobre os eventos da seguinte forma.

‘Porque o povo de Cuba sabe que para cada traidor que surgir, novas leis revolucionárias serão feitas em favor do povo….

Porque o povo cubano sabe que para cada traidor que surgir, haverá mil soldados rebeldes prontos para morrer em defesa da liberdade e da soberania que este povo conquistou’.

A ligação de Cienfuegos com esta cidade histórica data de maio de 1959, quando ele se dirigiu ao povo no Dia Internacional do Trabalhador.

Naquela data histórica, que Cienfuegos utilizou para destacar as intenções do projeto socialista na maior das Antilhas, suas palavras foram proferidas nos terrenos do Cassino Campestre, o maior parque urbano de Cuba.

Pouco mais de seis décadas se passaram desde o desaparecimento físico do capitão de chapéu alado e do experiente piloto Luciano Fariñas e seu jovem acompanhante, Félix Rodríguez.

No entanto, seu legado permanece para sempre apenas com a frase imortal do líder da Revolução Cubana, Fidel Castro: ‘Na aldeia há muitos Camilos’.

jcm/fam/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.