29 de November de 2021

NOTICIAS

Bolívia aspira diretiva para o desenvolvimento dos povos indígenas

Bolívia aspira diretiva para o desenvolvimento dos povos indígenas

La Paz, 26 out (Prensa Latina) O vice-ministro das Relações Exteriores da Bolívia, Freddy Mamani, anunciou hoje que seu país está concorrendo à diretoria do Fundo de Desenvolvimento dos Povos Indígenas da América Latina e do Caribe (Filac).
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Mamani disse à Bolivia TV que até agora há três candidatos para o cargo, e está sendo realizada uma reunião entre governos e representantes dos povos indígenas para explorar quem formaria o conselho de administração. O Filac é uma organização internacional criada em 1992 pela II Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo, realizada em Madri, Espanha.

Seu objetivo é apoiar os processos de autodesenvolvimento e a promoção dos direitos dos povos, comunidades e organizações indígenas na América Latina e no Caribe.

Os membros desta organização internacional para a América Latina e o Caribe são: Argentina, Belize, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela, bem como os estados extrarregionais da Bélgica, Espanha e Portugal.

Este ano, a Bolívia será sede da 15ª Assembleia Geral da Filac, evento que acontecerá na cidade de La Paz nos dias 28 e 29 e que estabelecerá o roteiro para os próximos dois anos desta organização internacional.

De acordo com a agência de notícias ABI, mais de trinta pessoas já confirmaram sua participação no fórum, incluindo convidados nacionais e internacionais, delegados indígenas e governamentais.

jcm/dla/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.