10 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

ONU comemora a Semana Mundial do Desarmamento

ONU comemora a Semana Mundial do Desarmamento

Nações Unidas, 25 out (Prensa Latina) A Semana Mundial do Desarmamento, promovida pela ONU, se concentra hoje na promoção de uma melhor compreensão desta questão, considerada de extrema importância para a sobrevivência da humanidade e para a paz internacional.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Assim aponta o site da ONU dedicado ao dia, que vai até sábado e inclui uma série de eventos virtuais e presenciais.

Desde 24 de outubro, aniversário da fundação das Nações Unidas, a entidade está em sessão nesta semana para conscientizar sobre os perigos das armas de destruição em massa e a necessidade de sua eliminação, de acordo com o site.

A observância anual foi solicitada pela primeira vez no Documento Final da Sessão Especial da Assembleia Geral das Nações Unidas sobre Desarmamento, em 1978.

Desde a fundação das Nações Unidas, o desarmamento tem desempenhado um papel central no trabalho do órgão multilateral para manter a segurança e a estabilidade global.

As armas de destruição em massa, e em particular as armas nucleares, continuam sendo uma preocupação primordial para a comunidade internacional por causa de seu poder destrutivo e da ameaça que representam para a humanidade.

Recentemente, o Secretário Geral da ONU, António Guterres, apresentou uma nova agenda de desarmamento, que também aborda a proliferação de tecnologias convencionais e novas tecnologias no campo de batalha.

Em 28 de setembro, ele salientou que a ameaça nuclear continua sendo um perigo claro e presente, enquanto alguns Estados estão modernizando seus arsenais, as tensões estão aumentando e a confiança é baixa.

Ao dirigir-se à sessão plenária da Assembleia Geral para comemorar e promover o Dia Internacional para a Eliminação Total das Armas Nucleares, o diplomata português apelou a todos os países para que se unissem aos esforços contínuos para eliminar esses dispositivos.

Vivemos em um ambiente internacional instável e isso aumenta a possibilidade de mal-entendidos, erros de cálculo e mau funcionamento, ressaltou.

Na verdade, acrescentou Guterres, o risco nuclear está em níveis não vistos em quase quatro décadas e cerca de 14.000 dessas armas estão atualmente estocadas em todo o mundo.

Em 1946, ele lembrou, na grande explosão de esperança e atividade que se seguiu à criação das Nações Unidas, a Assembleia Geral chegou a sua primeira resolução, que pedia a criação de uma comissão para eliminar as armas atômicas e outras armas de destruição em massa.

acl/ifb/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.