8 de December de 2021

NOTICIAS

Sindicato portuário uruguaio ratifica reivindicações

Sindicato portuário uruguaio ratifica reivindicações

Montevidéu, 23 de out (Prensa Latina) O sindicato portuário uruguaio (Supra) pediu hoje ao Sindicato dos Exportadores (UE) que pare de olhar de lado para o conflito entre os trabalhadores e a multinacional que controla o terminal de contêineres.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O dirigente da Supra, Álvaro Reinaldo, disse que a empresa Terminal Cuenca del Plata retirou o pré-acordo que foi 99 por cento ratificado pela assembleia operária e ‘jogou tudo fora por causa de um ponto de discórdia que considero excessivo’.

A discussão centra-se na proposta sindical de que 53 trabalhadores com mais de cinco anos de antiguidade na empresa tenham 18 dias salários segurados no mês, ao invés dos atuais 13.

Reinaldo reconheceu que a união dos Exportadores é um ator muito importante e fundamental na atividade portuária e para a economia do país, sua voz tem um peso muito grande ‘, mas destacou que’ não olhe só da tribuna ‘.

A UE, por sua vez, expressou preocupação com o impacto que greves anteriores tiveram no setor, ao receber uma delegação sindical.

Segundo sua gerente geral, Teresa Aishemberg, o impacto não se restringe apenas aos contêineres, mas abrange toda a cadeia logística, como transportadores e armazéns portuários.

A Supra abriu prazo até 31 de outubro para a multinacional Kaoten Natie, dona de 80 por cento do terminal, retornar à mesa de negociações, antes de convocar outras sessões de protesto.

Entretanto, o Ministro do Trabalho e Segurança Social, Pablo Mieres, disse que existe um diálogo entre as partes e neste momento não existem medidas que afetem o funcionamento do terminal portuário.

oda / hr / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.