19 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Desemprego e renda caem no semanário uruguaio

Desemprego e renda caem no semanário uruguaio

Montevidéu, 23 de out (Prensa Latina) A bancada legislativa da Frente Ampla do Uruguai projetou uma gestão focada na queda da renda familiar e no aumento dos preços da cesta básica, em uma semana que terminou hoje com demandas sindicais.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Deputados e senadores da força política de oposição definiram essas prioridades em uma agenda de trabalho acordada até o final do ano com vistas ao emprego e ao comércio varejista.

Em relação à Prestação de Contas, ressaltaram que ‘deixa uma grande preocupação com os salários dos trabalhadores e a renda dos aposentados e pensionistas.

Por outro lado, representantes da central sindical Pit-Cnt na comissão de especialistas para a reforma previdenciária, denunciaram os danos a esses setores sociais que serão causados pelas recomendações dos partidos da coalizão de direita no poder.

A deputada da Frente Ampla Ana Olivera destacou entre as prioridades de sua força política o monitoramento da situação do porto de Montevidéu, após a decisão do Poder Executivo de estender o monopólio do terminal de contêineres à multinacional Katoen Natie por mais 50 anos.

O sindicato portuário (Supra) abriu prazo até o final do mês para voltar à mesa de negociações com o KN antes de adotar outra medida, após se recusar a firmar acordo que aumentasse para 30 trabalhadores com mais de cinco anos de antiguidade de 13 para 18 dias de salários por mês.

Também durante a semana, os trabalhadores da construção e do combustível reuniram-se em frente ao parlamento onde uma delegação conjunta apresentou um projeto de investimento para um forno para resgatar a indústria cimenteira nacional, exposto a um plano do governo para uma associação de privatização.

Por sua vez, o sindicato das telecomunicações (Sutel) rejeitou o artigo 48 do projeto de Lei de Imprensa, enquanto se aguarda o debate parlamentar, que cede os ativos da estatal Antel a empresas privadas e desregulamenta o monopólio dessa entidade.

A Coordinadora de Ollas Populares do Uruguai reiterou sua afirmação desde o início da pandemia Covid-19 de que o Estado se encarregue da situação alimentar crítica do país.

Em protesto perante o Ministério do Desenvolvimento Social, denunciou que existem mais de 250 panelas populares em Montevidéu, onde vivem cerca de 150 mil pessoas em situação de vulnerabilidade por estarem desempregadas e abaixo da linha da pobreza.

Já o Congresso dos Municípios solicitou a prorrogação por mais dois meses o insuficiente programa de 15 mil empregos temporários como paliativo para os 184 mil desempregados.

Nesse cenário, a Justiça Eleitoral do Uruguai validou quase 500 mil assinaturas das 675 mil necessárias para um referendo revogatório de 135 artigos da questionada Lei de Consideração de Urgência (LUC).

O líder do Pit-Cnt, Milagro Pau, destacou que ‘os militantes trabalharam com responsabilidade e os uruguaios que o assinaram o fizeram com transparência’ em uma causa nacional na qual participaram várias organizações sociais, militantes de todos os partidos e personalidades culturais.

msm / hr / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.