7 de December de 2021

NOTICIAS

A capital de Cuba revive sua vida cultural e econômica

A capital de Cuba revive sua vida cultural e econômica

Havana, 20 out (Prensa Latina) Cinemas, teatros e outros centros reabrirão com uma capacidade entre 30 e 50%, como parte do renascimento cultural, econômico e social que a capital cubana está vivendo hoje.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Segundo o governador de Havana, Reinaldo García Zapata, em uma entrevista coletiva, livrarias, bibliotecas, museus e galerias retomarão seus serviços à população em horário normal, em estrito cumprimento às medidas sanitárias para evitar a pandemia da Covid-19. Da mesma forma, os pontos de venda de bens culturais estão de novo em funcionamento de forma escalonada a partir de 20 de outubro, além dos ensaios de grupos de teatro, música e dança em preparação para suas apresentações.

De acordo com García Zapata, existe um protocolo para a prestação de serviços, os restaurantes e a sorveteria Coppelia são por reserva, e haverá atividades em cabarés e círculos sociais.

Além de retomar a vida noturna, a cidade é o cenário do processo de criação de micro, pequenas e médias empresas (MPMEs), que são 162 em nível nacional.

O governador especificou que 87 do total estão na capital, o que representa 54% de todos os aprovados pelo Ministério da Economia e Planejamento.

Lembrou que destes, quatro são estatais e 83 são privados, e cobrem áreas como a produção e comercialização de alimentos, materiais de construção, serviços de informática, reparos, manutenção, aluguel de equipamentos e outros.

Havana tem tendência a controlar a Covid-19 devido ao avanço da vacinação contra a doença, e hoje relatou 94 dos 1.550 pacientes confirmados em Cuba.

mem/cgc/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.