3 de December de 2021

NOTICIAS

Díaz-Canel lembrou a criação da primeira milícia de Cuba

Díaz-Canel lembrou a criação da primeira milícia de Cuba

Havana, 18 out (Prensa Latina) O presidente Miguel Díaz-Canel lembrou hoje a criação, há 62 anos, do primeiro núcleo das milícias que enfrentaram o banditismo estabelecido em Cuba para derrubar a nascente Revolução em janeiro de 1959.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Uma homenagem de lembrança a Los Malagones, que há 62 anos e sob a orientação de #Fidel, abriu o caminho para as Milícias Nacionais, tão decisivas na derrota dos bandos de rebeldes, disse o presidente no Twitter.

A milícia organizada em 1959 na província de Pinar del Río pelo governo revolucionário foi liderada pelo camponês Leandro Rodríguez Malagón e era composta por outros 11 habitantes da região.

Esta força lutou contra o bando armado de Luis Lara Crespo, um ex-cabo do exército, torturador e assassino durante a ditadura derrubada de Fulgencio Batista (1952-1959), que era um fugitivo da justiça revolucionária.

As Malagones, como eram conhecidas, foi a primeira unidade de seu tipo criada no país após o triunfo da Revolução e foi o embrião das futuras Milícias Revolucionárias Nacionais.

mgt/evm/vmc/gdc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.