28 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Celebração muçulmana na Etiópia entre Covid-19 e a guerra

Celebração muçulmana na Etiópia entre Covid-19 e a guerra

Addis Abeba, 18 out (Prensa Latina) A Etiópia comemora hoje o Maulid an-Nabi, um feriado muçulmano marcado por restrições sanitárias para enfrentar a Covid-19 e o conflito entre o governo e a Frente de Libertação do Povo Tigray (TPLF).
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Nesta segunda-feira, décimo segundo dia de Rabi ‘Al-Awwal, o terceiro mês do calendário muçulmano, milhões de etíopes comemoram o 496ú aniversário de Maomé, o profeta do Islã.

Segundo estudos, durante a Primeira Hégira, centenas de seguidores do Profeta escaparam de Meca, que encontraram refúgio no reino cristão de Akzum, uma região agora compartilhada pela Etiópia e Eritreia.

Desde então (século 7), os assentamentos muçulmanos proliferaram aqui, entre outros lugares no atual estado regional de Tigray, local, dizem os historiadores, da mais antiga mesquita africana.

A religião tem em Harar, Patrimônio da Humanidade, ‘o mais importante enclave muçulmano da Etiópia’, na definição do pesquisador Mario Lozano, especialista no país.

‘Nele, você encontrará o número considerável de 82 mesquitas, a maioria delas projetadas para servir a algumas famílias, um número semelhante de santuários sufis e inúmeros túmulos de santos.’ Foi assim que Lozano o descreveu em 2017.

É o epicentro da festa, mas em todo o território haverá procissões, danças e cantos, cerimônias, conferências religiosas e recitais de versos do Alcorão, além de fornecer alimento e abrigo aos mais necessitados.

A pandemia de Covid-19 limitará as multidões, ou pelo menos deveria ser, porque o número de infecções diárias diminuiu na semana passada, em comparação com as datas anteriores, mas a situação de saúde ainda é complicada.

Com 359.247 infectados, 6.217 mortes e 599 pacientes em estado grave, a Etiópia continua a ser um dos estados da África mais afetados pela doença.

Recentemente, a ministra da Saúde, Lia Taddesse, alertou sobre a prevalência da variante Delta e considerou a falta de percepção do risco, a divulgação de informações falsas e a relutância de muitos cidadãos em se vacinarem como obstáculos para combatê-la.

Nas comemorações, ademais, gravitam-se os confrontos armados do exército federal contra a TPLF (sigla em inglês), mencionados nas mensagens emitidas a respeito da data.

Declarada terrorista pelo Parlamento, a Frente atacou o Comando Norte das Forças de Defesa Nacional em Tigray no final de 2020 e causou um incêndio que causa destruição de todos os tipos.

Entre as várias comunicações, destaca-se a do presidente do Conselho Supremo para Assuntos Islâmicos, Grande Mufti Haji Omar Idris, que pediu à comunidade muçulmana que rezasse e trabalhasse pela paz.

É necessário acabar com a guerra em um curto período de tempo, declarou o primeiro-ministro Abiy Ahmed, também pedindo a promoção do desenvolvimento integral.

acl / raj / ls/gdc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.