2 de December de 2021

NOTICIAS

Rússia considera Venezuela um parceiro estratégico na América Latina

Rússia considera Venezuela um parceiro estratégico na América Latina

Moscou, 15 out (Prensa Latina) O vice-primeiro ministro russo Yuri Borisov disse hoje que para seu país a Venezuela constitui um parceiro estratégico e confiável na América Latina, com o qual expandirá a cooperação em diferentes áreas de desenvolvimento.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Na cerimônia de encerramento da 15ª Comissão Intergovernamental de Alto Nível Rússia-Venezuela, realizada nesta capital, ele expressou seu repúdio às medidas unilaterais do Ocidente contra a nação sul-americana, que estão atrasando seu progresso social e econômico.

A este respeito, Borisov salientou a importância da lei anti-bloqueio aprovada na Venezuela, que permite que os empresários estrangeiros e seus investimentos sejam protegidos de sanções.

O alto funcionário pediu a promoção de uma atmosfera construtiva em torno da Mesa de Diálogo entre o governo bolivariano e a oposição, contatos que ele considerou da maior importância para alcançar a estabilidade que o país exige.

Sobre a cooperação bilateral, destacou a entrega à Venezuela de 3 milhões 850 mil unidades da vacina Sputnik V contra Covid-19 a partir do final de 2020 e 900 mil doses de insulina, além de outros medicamentos em déficit.

Também mencionou o registro dos imunizadores russos EpiVacCorona e Sputnik Light contra o coronavírus SARS-CoV-2, que fazem parte de novos acordos para uso no país.

Borisov salientou que a intensificação dos laços bilaterais se beneficiou com a abertura da rota aérea entre Caracas e Moscou, o que permitirá um aumento do turismo para a nação sul-americana e a transferência de maiores volumes de mercadorias entre os dois destinos.

Por sua vez, o ministro venezuelano da Indústria e Produção Nacional, Jorge Arreaza, destacou que a cooperação abrangente conjunta foi consolidada em diferentes setores e tem sido ininterrupta desde 2002.

Ele ressaltou que nestes anos de ataques e medidas restritivas dos Estados Unidos e seus aliados contra seu país, a Rússia não apenas levantou sua voz para denunciar e rejeitar as agressões, mas também reforçou a colaboração.

O chefe de Estado venezuelano agradeceu à Rússia pelas mais de três milhões de doses de Sputnik V recebidas pelo país ‘e esperamos atingir nossa meta de 10 milhões muito em breve’.

Destacou que Venezuela e Rússia têm acordos de cooperação que abrangem os campos da energia, indústria, transporte, militar técnico, agricultura, saúde, educação, finanças e comércio.

Na sexta-feira, no encerramento da reunião, altos funcionários de ambos os governos assinaram nove memorandos de entendimento nas áreas de desenvolvimento energético, infocomunicações, turismo e esportes.

mgt/mml/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.