28 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Uruguai rejeita política econômica governamental de desigualdade

Uruguai rejeita política econômica governamental de desigualdade

Montevidéu, 13 de out (Prensa Latina) A Frente Ampla do Uruguai reafirmou hoje com seus votos a oposição a grande parte da prestação de contas do orçamento porque a proposta de política econômica do governo aprofunda a desigualdade.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Do lado da força de esquerda, o senador ‘scar Andrade argumentou que o governo ‘ vieram com o compromisso de baixar as taxas, respeitar os salários, salvar sem afetar as políticas sociais e não arrecadar mais e nenhum dos quatro compromissos foi cumprido ‘, passado um ano e meio.

Posteriormente, perguntou qual a razão da deterioração dos salários dos trabalhadores em sectores que cresceram e aumentou os que viviam abaixo da linha da pobreza, refletiu durante a primeira intervenção da bancada da Frente Ampla no debate orçamental.

Andrade acrescentou que a retirada de recursos para o Instituto Nacional de Colonização, e que ao contrário dos 10 mil hectares de terras anualmente cedidos pelos governos da Frente Ampla, desde a posse da atual coalizão do Executivo, não foi comprado nenhum.

A bancada da FA apoiará qualquer medida voltada para primeira infância, para recuperar a perda salarial, mas não uma abordagem geral da economia que coloque o país entre os piores colocados em investimento social para enfrentar a pandemia, disse.

Para o legislador do Partido Comunista ‘basta andar nas ruas para ver imagens que não se viam há muito tempo’, aludindo aos pobres em situação de precariedade e abandono, e às panelas populares – ajuda coletiva – de alimentos às populações vulneráveis.

A senadora pelo Partido Nacional, Carmen Asaí, foi a responsável pela defesa do projeto de governo, para o qual destacou o enfrentamento do déficit e a pandemia da Covid-19, ao mesmo tempo em que reconheceu o aumento da pobreza e a perda de empregos.

Ela também fez alusão à destinação de recursos para assentamentos irregulares, às custas do desvio de recursos do Instituto Nacional de Colonização para a compra de terras, questão que dominou a obra da Rendição, marcada por divergências entre legisladores governamentais.

Após a aprovação do projeto de lei com 17 votos a favor e 13 contra, a partir desta data o Senado passará a votar separadamente cerca de 300 artigos de conteúdo.

oda / hr / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.