5 de December de 2021

NOTICIAS

Indígenas na Colômbia sem nada para comemorar e em resistência

Indígenas na Colômbia sem nada para comemorar e em resistência

Bogotá, 12 out (Prensa Latina) O Conselheiro Sênior da Organização Nacional de Indígenas da Colômbia (ONIC), Orlando Rayo Acosta, garantiu que os povos ancestrais nada têm para celebrar hoje.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O 12 de outubro é o dia do extermínio dos povos indígenas, submetidos à imposição de outras formas de vida e de governo que sistematicamente deslocam e colonizam seus saberes e conhecimentos próprios, aumentando o extermínio físico e cultural, enfatizou o representante da ONIC por meio de sua conta no Twitter.

Da mesma forma, a presidenta nacional do Movimento Alternativo Indígena e Social (MAIS), Martha Peralta Epieyú, lembrou que ‘a América não foi descoberta, foi invadida e saqueada’, referindo-se à conquista e colonização pelos europeus.

Ela assegurou que no dia 12 de outubro de 529 anos atrás, ‘nossa palavra começou a resistir, a lutar, a viver’. São mais de 500 anos de exploração e perseguição e não conseguiram nos exterminar, enfatizou a líder nacional.

A Colômbia é uma das nações com maior número de comunidades indígenas da América Latina com 102, entre as quais se destacam os povos wayú, embera chocó, os povos guambinos e os povos amazônicos ticuna e nukak maku, entre outros.

Na ratificação da Constituição de 1991, a multiplicidade étnica do país foi reconhecida e as comunidades indígenas foram autorizadas a participar da vida pública e política da Colômbia, permitindo sua entrada no Congresso da República.

No entanto, essas populações continuam sofrendo estigmatização, segregação e racismo e, apesar dos direitos adquiridos e contemplados na Carta Magna, muitas vezes são violados.

mem/otf/hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.