28 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Pandora Papers e eleições marcam a semana das notícias no Chile

Pandora Papers e eleições marcam a semana das notícias no Chile

Santiago do Chile, 9 out (Prensa Latina) A ligação do presidente Sebastián Piñera com o escândalo do Pandora Papers e seu impacto na campanha eleitoral chamaram a atenção do Chile durante a semana que termina hoje.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Documentos vazados pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos revelam que em 2010 Piñera e sua família venderam ações da mineradora Dominga a um amigo por 152 milhões de dólares, dos quais 138 foram negociados no paraíso fiscal das Ilhas Virgens Britânicas.

O pagamento deveria ser feito em três parcelas, sendo a última condicionada ao não cumprimento da pretensão dos defensores da natureza de declarar a área de proteção ambiental.

Seguindo as recomendações da Unidade Anticorrupção que analisou os Pandora Papers, o procurador da República, Jorge Abbott, decidiu na sexta-feira abrir uma investigação criminal contra o presidente por supostos crimes de suborno e tributação.

Após o anúncio do Ministério Público, centenas de pessoas marcharam pelo centro desta capital para exigir a renúncia de Piñera, a paralisação do projeto do porto mineiro de Dominga e a libertação dos detidos durante o surto social de 2019.

‘Chega de corrupção’ poderia ser lido em uma grande faixa carregada pelos participantes da manifestação, convocada por estudantes, organizações sociais e ambientais.

‘É de se esperar que desta vez a promotoria faça seu trabalho com diligência, investigue bem e persiga a responsabilidade penal correspondente por esses possíveis crimes, independentemente de ser o presidente da república’, afirmou o deputado da Frente Amplo Marcelo Díaz .

Piñera também pode enfrentar uma acusação constitucional, se for bem-sucedida uma iniciativa que será apresentada pelas bancadas da oposição na próxima semana na Câmara dos Deputados, onde são necessários 78 votos para aprovação.

Se for ao Senado, os analistas consideram as perspectivas incertas porque são necessários 29 votos em 43 e a oposição tem 24.

Independentemente do desfecho, o caso já impactou a campanha com vistas às eleições de 21 de novembro para a escolha do próximo presidente do país (2022-2026), além de deputados, senadores e vereadores regionais.

Uma pesquisa divulgada nesta semana confirmou em primeiro lugar o candidato da coalizão de esquerda Eu Aprovo a Dignidade, Gabriel Boric, porém, o candidato do partido governista, Sebastián Sichel, foi substituído da segunda posição pelo extrema-direita José Antonio Kast.

‘O efeito que os Pandora Papers deixarão terá consequências políticas e eleitorais insuspeitadas que provavelmente excederão as judiciais’, disse um artigo no jornal digital El Mostrador.

A publicação acrescentou que os principais afetados pelas cisões políticas e eleitorais são o atual presidente e o candidato da coligação de direita Chile Podemos Más, Sebastián Sichel.

msm / car/ ml

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.