29 de November de 2021

NOTICIAS

Chile dá mais um passo rumo a uma nova constituição

Chile dá mais um passo rumo a uma nova constituição

Santiago do Chile, 8 out (Prensa Latina) Após aprovar seu regulamento interno, a Convenção Constitucional no Chile abriu hoje o caminho para a elaboração de uma nova constituição para substituir a herdada da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O processo de três meses de elaboração do regulamento Geral, Ética, Participação Popular e Consulta Indígena para dar lugar à configuração da carta fundamental durou três meses.

O processo de redação terá início em 18 de outubro, segundo aniversário da revolta social de 2019, cuja principal reivindicação era mudar a atual Constituição, fortalecer o papel do Estado e proporcionar maior proteção em áreas como saúde e educação.

A presidente da Convenção, a acadêmica Mapuche Elisa Loncon, agradeceu o intenso trabalho realizado durante estes meses por todos os membros da assembleia.

‘Tem sido um trabalho de diálogo, de escuta’. O povo do Chile deve conhecer este trabalho e se orgulhar do fato de que aqueles de nós que vieram para cá vieram para cumprir o mandato do povo’, disse Loncon.

Nas normas éticas, uma das questões mais debatidas foi a criminalização da negação, entendida como qualquer ação ou omissão que justifique, negue ou minimize as violações dos direitos humanos ocorridas entre 11 de setembro de 1973 e 10 de março de 1990.

Também inclui crimes contra a humanidade cometidos durante e após o surto social de outubro de 2019, bem como as atrocidades e genocídio cultural dos quais os povos nativos e afrodescendentes têm sido vítimas ao longo da história.

Outra questão amplamente discutida foi o quorum necessário para aprovar as normas constitucionais, que no final se manteve em dois terços.

Os regulamentos aprovados estabelecem o início de um processo de participação e consulta indígena de acordo com as normas internacionais e de natureza vinculativa, assim como o respeito e a proteção do Estado às comunidades indígenas.

Instalada em 4 de julho após a eleição por voto popular de seus 155 membros, entre eles 17 dos povos indígenas, a Convenção Constitucional tem um período de um ano para redigir a nova lei.

mgt/car/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.