8 de December de 2021

NOTICIAS

Observadores participarão de simulação eleitoral na Venezuela

Observadores participarão de simulação eleitoral na Venezuela

Caracas, 7 out (Prensa Latina) O Conselho Nacional Eleitoral Venezuelano (CNE) anunciou hoje a participação de observadores internacionais, como o Conselho de Peritos Latino-Americanos (Ceela), no exercício de simulação no domingo, 10 de outubro.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em uma aparição televisionada, o presidente do órgão eleitoral, Pedro Calzadilla, destacou que este exercício permitirá testar as diferentes fases de funcionamento do sistema, ferradura, velocidade e tempo de votação, entre outras.

Também salientou que será importante para os cidadãos se familiarizarem com o processo e os componentes das máquinas.

Para isso, serão habilitados 446 centros de votação e 1.386 mesas eleitorais e será realizado entre 7h e 16h, horário local, mantendo protocolos de biossegurança ativos para evitar o contágio pela Covid-19, afirmou.

Também anunciou que os estados de Miranda, Caracas, Nueva Esparta, Anzoátegui, Yaracuy e La Guaira serão centros de votação piloto onde todos os processos eleitorais serão realizados de forma abrangente.

Enquanto isso, a CNE destacará 3.232 funcionários, incluindo operadores e técnicos do Sistema de Votação Automatizado e pessoal das 23 Juntas Eleitorais Regionais e 333 Juntas Municipais.

Esses conselhos, disse Calzadilla, estarão encarregados de certificar o correto funcionamento da votação, contagem, transmissão, totalização, entrada, certificação de atas manuais e download de documentos legais para o processo de atribuição de cargos.

Por sua vez, as Forças Armadas Nacionais Bolivarianas (FANB) estão coordenando estratégias de segurança para o exercício eleitoral.

A este respeito, o Vice-Presidente Setorial de Segurança Cidadã e Paz, Remigio Ceballos, relatou em seu relato no Twitter sobre uma reunião de coordenação com o Comando Estratégico Operacional das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas e as Agências de Segurança Cidadã para garantir o bom andamento do processo.

O Almirante-Chefe salientou, ‘na União Cívico-Militar-Policial garantiremos a máxima eficiência, patrulhamento e monitoramento permanente antes, durante e após o exercício eleitoral, para evitar qualquer situação irregular que possa surgir e agir de forma decisiva e enérgica’.

mem/ycv/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.