1 de December de 2021

NOTICIAS

Nigéria lidera a indústria cinematográfica africana

Nigéria lidera a indústria cinematográfica africana

Abuja, 7 out (Prensa Latina) Com uma produção de mais de 2.500 filmes por ano, a Nigéria hoje lidera a indústria cinematográfica na África, região que se destaca como um dos grandes promotores da sétima arte mundial.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Um relatório apresentado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) apontam o potencial da cena cinematográfica nigeriana: Nollywood, segundo lugar internacional, atrás do Bollywood da Índia e à frente da Hollywood americana.

Nollywood viu um crescimento notável nas últimas décadas, com produções cinematográficas em Hausa, Ibo e outras línguas nativas e uma forma única de contar histórias que recriam as diversas tradições culturais e estilos de vida do país.

Temas de forte conteúdo moral, práticas cotidianas, magia negra, violência doméstica, câncer, entre outros, estão entre os argumentos dos filmes, que apesar de sua baixa qualidade técnica, característica de um cinema amador, evidenciam avanços em termos de concepções de roteiro e Produção.

A publicação intitulada Indústria Cinematográfica Africana: Tendências, Desafios e Oportunidades de Crescimento, demonstra ‘o grande potencial do setor audiovisual africano, tanto em termos de criatividade como de crescimento’, afirmou a Diretora Geral da Unesco, Audrey Azoulay.

O documento indica que a região tem potencial para quadruplicar suas estatísticas de emprego direto e renda, bem como possibilidades de expansão para novos mercados, como a abertura da Costa do Marfim, Etiópia e Zimbábue.

Um dos desafios nesta área reside no apoio financeiro aos realizadores, uma vez que o estudo mostra que apenas 19 dos 54 países africanos oferecem este tipo de apoio e os regulamentos tendem a obstruir os processos.

Da mesma forma, entre os desafios, ele destaca a barreira da liberdade de expressão, da formação profissional, da conexão à Internet e da igualdade de gênero, já que a proporção de mulheres nos filmes é inferior a 10%.

rgh / lbl / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.