28 de November de 2021

NOTICIAS

O México se mantém fiel à sua tradição de proteção aos refugiados

O México se mantém fiel à sua tradição de proteção aos refugiados

México, 6 de out (Prensa Latina) O México continua fiel à sua tradição de proteção internacional aos refugiados que dela precisam e têm direito, destacou hoje a subsecretária de Relações Exteriores, Martha Delgado.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O Ministério das relações exteriores indica em nota à imprensa que Delgado deu essa mensagem no debate geral da 72ª reunião do Comitê Executivo do Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), que está ocorrendo em Genebra, na Suíça.

Expressou que o exemplo mais recente desse compromisso é a decisão de receber no México afegãos que solicitaram proteção humanitária devido à situação que prevalece em seu país.

O subsecretário também destacou o trabalho que está sendo realizado com o ACNUR para continuar fortalecendo as capacidades da Comissão Mexicana de Ajuda aos Refugiados (Comar) e ampliar as oportunidades de integração local das pessoas reconhecidas como refugiados.

Ele reiterou, no entanto, que esses esforços devem ser acompanhados por um compromisso renovado de abordar as causas que obrigam as pessoas a buscar proteção internacional.

Nesse sentido, lembrou que o Plano de Desenvolvimento Integral que o México está promovendo com a CEPAL é uma iniciativa muito relevante para acelerar o desenvolvimento do sul do México e do norte da América Central.

Em resposta à intervenção do Subsecretário Delgado, o Alto Comissário das Nações Unidas para Refugiados, Filippo Grandi, reconheceu o México por seu compromisso e esforços para ajudar os afegãos, bem como pelos programas de inclusão laboral da população refugiada.

Delgado reiterou a vocação humanitária do México com os solicitantes de refúgio e refugiados, e destacou o progresso e os desafios que enfrentam para servir a um número crescente de pessoas que buscam chegar ao país.

A participação no fórum, principal órgão de governo do ACNUR, é uma oportunidade para os Estados apresentarem suas boas práticas e desafios no atendimento aos refugiados, bem como promover uma maior cooperação internacional, afirma o comunicado.

msm / lma / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.