7 de December de 2021

NOTICIAS

Cuba homenageia milhares de pessoas mortas pelo terrorismo dos EUA

Cuba homenageia milhares de pessoas mortas pelo terrorismo dos EUA

Havana, 6 out (Prensa Latina) O presidente cubano Miguel Díaz-Canel disse que a nação caribenha homenageia as mais de 3.400 pessoas que morreram como resultado da agressão dos EUA no Dia das Vítimas do Terrorismo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Através de sua conta oficial no Twitter, o presidente escreveu: ‘Nós suportamos esta dor quando eles insistem em sulcar a história, incluindo nosso país na infame lista de patrocinadores do terrorismo’, elaborada por Washington.

Em outra mensagem sobre a mesma plataforma, o chefe de estado indicou que a ilha nunca esquecerá ‘o abominável crime de Barbados’, quando uma aeronave Cubana de Aviación com 73 pessoas a bordo foi explodida em 1976, em pleno voo, após um ataque explosivo.

O ataque foi orquestrado pelos notórios terroristas Luis Posada Carriles (1928-2018) e Orlando Bosch (1926-2011), a serviço da Agência Central de Inteligência, que morreu pacificamente, sob a proteção das administrações republicana e democrática da nação do norte, observou Díaz-Canel.

De acordo com a ação judicial do povo cubano contra o governo dos EUA por violações dos direitos humanos, apresentada em Havana em 31 de maio de 1999, o terrorismo tem sido um instrumento permanente da política externa da Casa Branca contra o país caribenho.

Neste contexto, a ilha tornou-se alvo de sabotagem, guerra biológica, ataques piratas contra instalações costeiras, navios mercantes e barcos de pesca, bem como ataques a escritórios cubanos e pessoal no exterior, incluindo escritórios diplomáticos e aviões.

Segundo o escritor e ex-agente de segurança do Estado Raúl Antonio Capote, Cuba é o país que recebeu o maior número de ataques terroristas durante o maior período de tempo, o que custou a vida de 3.478 pessoas e inválidos 2.99.

A comemoração do Dia das Vítimas do Terrorismo de Estado estabelece que a cada 6 de outubro a bandeira cubana é hasteada a meia haste, seja em entidades civis e instituições militares, seja em missões diplomáticas e consulares cubanas no exterior.

mem/cgc/bm/gdc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.