1 de December de 2021

NOTICIAS

Argentina fará seu primeiro pagamento ao FMI da dívida pendente

Argentina fará seu primeiro pagamento ao FMI da dívida pendente

Buenos Aires, 22 de set (Prensa Latina) A Argentina desembolsará hoje o primeiro pagamento ao Fundo Monetário Internacional (FMI) do empréstimo contraído pelo ex-presidente Mauricio Macri em 2018, no valor de 1,885 bilhão de dólares, dos 44 bilhões devidos.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Para atender a esta quantia, o país usará o equivalente a 1,327 bilhões de seus direitos de saque especiais (DSE), a moeda do FMI, uma parte dos 3,55 bilhões que o FMI concedeu ao país em agosto passado, de acordo com sua cota, como parte da distribuição de liquidez que fez entre seus países membros, para enfrentar os efeitos da Covid-19.

Precisamente na véspera, ao fazer uso da palavra na Assembleia das Nações Unidas, o presidente Alberto Fernández disse que durante o governo anterior se aplicou no país o que qualificou de assassinato.

A Argentina, disse ele, está sujeita a um endividamento tóxico e irresponsável, uma dívida insustentável equivalente ao que o FMI alocou durante a pandemia para 85 países ao redor do mundo.

Nestes três meses que faltam em 2021, a Argentina terá que enfrentar dois outros pagamentos, o primeiro em novembro por um total de 400 milhões de juros, e o outro em 22 de dezembro por mais 1,88 bilhões, se o governo finalmente não conseguir chegar a um bom porto nas conversas para obter um refinanciamento da dívida com o FMI, em que trabalha há meses.

Em 2018, o ex-presidente Macri fez um empréstimo do Fundo por meio de um empréstimo stand-by de 57 bilhões de dólares. Desse total, a agência movimentou pouco mais de 44 bilhões e os 11 bilhões restantes Fernández decidiu recusá-los.

mem / may / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.