9 de December de 2021

NOTICIAS

Rússia Unida mantém a maioria constitucional, diz Comissão Eleitoral

Rússia Unida mantém a maioria constitucional, diz Comissão Eleitoral

Moscou, 20 set (Prensa Latina) O partido Rússia Unida manteve sua maioria constitucional na Duma (Câmara Baixa do Parlamento), embora tenha recebido menos votos do que nas eleições de 2016, informou hoje a Comissão Eleitoral Central (CEC).
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A presidente da CEC, Ella Pamfilova, disse que após a contagem de 99,72% dos votos, o partido governista teve 49,84% dos votos expressos nas eleições do país de sexta-feira a domingo.

Isto significa que eles terão mais de 300 dos 450 assentos na Duma. Segundo o secretário-geral da força, Andrei Turchak, eles poderiam ganhar até 315 assentos, contra 334 na legislatura anterior.

Pamfilova apontou que cinco partidos políticos estão entrando na Câmara dos Deputados, o que ela disse ser uma evidência de um alargamento da diversidade política. ‘Parece que pela primeira vez desde os anos 90, cinco partidos parlamentares passaram, em vez de quatro’, disse ela.

De acordo com o painel de informação do CEC, além da Rússia Unida, o Partido Comunista da Federação Russa, o Partido Liberal Democrático, Rússia Justa-Patriotas pela Verdade e Gente Nova estarão representados na Duma.

A participação dos eleitores em toda a Rússia foi de 51,68%, o que excedeu a taxa de participação em 2016 de 47,88%, disse a presidente da Comissão Eleitoral Central.

Lançadas na última sexta-feira, estas eleições levaram à renovação de todos os 450 assentos na Duma, onde 226 deputados são necessários para ter a maioria, até agora ocupada pela Rússia Unida com 334 assentos.

Mais de 5.800 candidatos de 14 partidos, incluindo 10 candidatos independentes, candidataram-se a votos parlamentares.

O sistema eleitoral era duplo, com metade dos assentos decididos pela lista de partidos políticos e a outra metade entre os círculos eleitorais de um único membro.

A votação para a nova câmara baixa ocorreu paralelamente às eleições legislativas em 39 entidades territoriais e à eleição de doze governadores regionais. mem/mml/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.