7 de December de 2021

NOTICIAS

Boxeador Pacquiao aceitou concorrer à presidência das Filipinas

Boxeador Pacquiao aceitou concorrer à presidência das Filipinas

Manila, 19 set (Prensa Latina) O astro do boxe Manny Pacquiao declarou hoje que concorrerá à presidência das Filipinas no próximo ano, após criticar a corrupção no atual governo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Pacquiao aceitou a nomeação de seus aliados políticos durante a assembleia nacional da facção que lidera no partido governista PDP-Laban, dias depois que um grupo rival nomeou o senador Christopher ‘Bong’ Go como seu candidato presidencial.

Essa fórmula propõe o presidente Rodrigo Duterte para vice-presidente, uma jogada que os críticos chamam de estratagema cínico do presidente para manter o poder.

Go recusou a indicação, mas o fosso entre as facções de Pacquiao e Duterte, que é proibido pela constituição de concorrer a um segundo mandato de seis anos como presidente, aumentou.

Sou um lutador e sempre serei um lutador dentro e fora do ringue, disse o senador Pacquiao em discurso transmitido ao vivo durante a assembleia.

O lutador de 42 anos, que já foi um aliado próximo de Duterte, disse que não se sabe o paradeiro de mais de 10 bilhões de pesos (US $200 milhões) destinados a ajuda pandêmica a famílias pobres, acrescentando que esta foi apenas uma descoberta em sua pesquisa.

As eleições gerais nas Filipinas ocorrerão em maio do próximo ano, e o nome que lidera as pesquisas é Sara Duterte-Carpio, filha do atual presidente filipino, mas que não anunciou oficialmente sua candidatura.

ga / lp / hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.