29 de November de 2021

NOTICIAS

Explosões deixam Gasoduto Árabe sem funcionamento na Síria (+ Fotos)

Explosões deixam Gasoduto Árabe sem funcionamento na Síria (+ Fotos)

Damasco, 18 set (Prensa Latina) Uma série de explosões de bombas hoje visaram o Gasoduto Árabe e uma linha de alta tensão a sudeste da capital, disseram hoje as autoridades sírias.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Às 23h00, hora local da sexta-feira, as instalações foram alvo de um ataque terrorista na área de Harran Al-Awamid, que levou à interrupção do fornecimento de gás para a Região Sul e ao fechamento de várias usinas elétricas, disse o Ministério do Petróleo e da Riqueza Mineral em um comunicado. Acrescentou que os trabalhadores foram imediatamente ao local para avaliar os danos e iniciar as operações de reparo, e espera-se que o processo seja concluído em menos de 24 horas.

Enquanto isso, o Ministro da Eletricidade Ghazan al-Zamel anunciou que duas torres da linha de 400 quilovolts foram sabotadas e que atualmente estão em andamento trabalhos para repará-las.

A explosão do gasoduto causou a suspensão da usina elétrica Deir Ali perto de Damasco, que supre 50% das necessidades de eletricidade do país, disse ele.

Ele disse que o ataque causou um apagão nacional durante uma hora e que o sistema elétrico foi agora restaurado por quatro usinas no centro e oeste do país.

Egito, Jordânia e Síria acordaram este mês um plano para levar gás e eletricidade ao Líbano através do Gasoduto Árabe e da Linha de Energia que passa pelo Líbano.

Os gasodutos na Síria têm sido alvo de dezenas de ataques desde o início da guerra em 2011, que Damasco atribui às potências hostis que procuram impedir a recuperação do país.

rgh/fm/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.