8 de December de 2021

NOTICIAS

Rússia se prepara para as eleições do fim de semana

Rússia se prepara para as eleições do fim de semana

Moscou, 14 set (Prensa Latina) A Rússia se prepara hoje para as eleições parlamentares deste fim de semana, embora o ambiente de campanha impusesse proibições a reuniões de pessoas, comícios e eventos públicos devido à pandemia de Covid-19.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A evidência das próximas votações para eleger os deputados da Duma Estatal (Câmara dos Deputados) é visível em folhetos nas ruas e, sobretudo, nos meios de comunicação que anunciam as eleições, avanços nas votações antecipadas e nos resultados das pesquisas.

O governante partido Rússia Unida pode ganhar entre 42 e 46% dos votos e o Partido Comunista da Federação Russa (PCFR), 17 a 19%, disse ontem o Fundo de Desenvolvimento da Sociedade Civil. Analisou estatísticas eleitorais e avaliações de especialistas.

Constantin Kostin, chefe do Fundo, acrescentou que 7 e 9% das cédulas podem ser para o Rússia Justa-Patriota pela Verdade, enquanto o Partido dos Pensionistas e o Gente Nova devem ficar sem cadeiras.

Ao apresentar tal uma previsão, disse que o percentual de Rússia Unida vem mais baixo do que em 2016 porque ‘ vai pagar com um certo nível de apoio às reformas importantes, mas impopulares’, e as consequências do impacto nacional do coronavírus SARS-CoV -2.

‘Uma pandemia é uma espécie de força maior, mas as pessoas estão acostumadas a acreditar que governo e o partido no governo são responsáveis por tudo o que acontece, por tudo de negativo que existe’, explicou.

Segundo a agência de notícias TASS, ele destacou que a formação política à qual pertence o presidente Vladimir Putin teve uma campanha eleitoral ‘impressionante’, com apelos precisos ao seu público-alvo.

Por isso, o plano de ‘preservar a maioria parlamentar ou reafirmar o direito à maioria constitucional pode ser alcançado’, disse.

Para o especialista, durante a campanha eleitoral a PCFR tentou ativamente se tornar a principal porta-voz dos sentimentos de protesto para conquistar ‘a maioria dos votos da oposição’.

No entanto, ele previu que os comunistas não atingirão suas expectativas de atingir entre 25 e 30%, número que previram no início da disputa eleitoral.

Uma pesquisa conduzida entre 6 e 8 de setembro pelo Centro Russo de Estudos de Opinião Pública (Vtsiom) apontou que o Rússia Unida pode obter 42% dos votos e a PCFR 19%. A principal agência sociológica do país também indicou que o Partido Liberal Democrático da Rússia poderia ganhar 11% dos votos, Rússia Justa-Patriota pela Verdade, 8%, e Gente Nova, 5%.

A Fundação de Opinião Pública (FOM) e o Instituto de Marketing Social (Insomar) também apresentaram previsões, nas quais a Rússia Unida e os Comunistas da PCFR coincidem nos dois primeiros lugares.

A chefe da Comissão Eleitoral Central (CEC) da Rússia, Ella Pamfilova, previu nesta segunda-feira que a participação será ao nível das eleições parlamentares de 2016, onde os cálculos registraram uma participação cidadã de 48%.

A este respeito, chamou a atenção para a previsão do Vtsiom, que prevê um atendimento entre 48 e 51%, enquanto em 2016 a previsão era de 45 a 50%.

Desta vez, a votação terá duração de três dias: 17, 18 e 19 de setembro, com o objetivo de evitar as concentrações de pessoas que podem levar à disseminação do coronavírus.

Junto com as eleições dos 450 deputados da Duma Estatal, ocorrerão os votos diretos dos chefes de nove entidades constituintes da Rússia – em outras três serão eleitos pelos deputados das assembleias legislativas – e de 39 parlamentos regionais.

npg/mml/cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.