3 de December de 2021

NOTICIAS

Rússia e Síria dialogaram em Moscou sobre a situação do país árabe

Rússia e Síria dialogaram em Moscou sobre a situação do país árabe

Moscou, 14 set (Prensa Latina) O presidente russo, Vladimir Putin, e seu homólogo sírio, Bashar Al-Assad, dialogaram nesta capital sobre a situação do país árabe durante uma visita não anunciada realizada na véspera, informou hoje o Kremlin.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Durante o encontro, o presidente russo felicitou o seu homólogo pela vitória nas eleições presidenciais de maio e destacou o esforço do Governo para estabelecer um diálogo com a oposição política e os seus adversários políticos.

Putin expressou confiança de que esse processo continuará. ‘Somente a consolidação de todas as forças na Síria permitirá que o país se recupere e progrida progressivamente’, disse ele.

A esse respeito, Al-Assad disse que as negociações estão paralisadas há três anos porque ‘há certos estados que, da maneira que podem, afetam destrutivamente a possibilidade de realização de processos políticos’.

Para o governante, alguns países, incluindo os Estados Unidos, impuseram sanções à Síria que ‘podem ser classificadas como desumanas’ e ‘ilegítimas’.

Durante a conversa, o Chefe de Estado russo também lembrou que graças aos esforços conjuntos, a maior parte da Síria foi libertada, as forças terroristas sofreram danos significativos e as autoridades de Damasco controlam 90% do seu território.

Ele disse que no momento o principal problema no país árabe é a presença de forças armadas estrangeiras que permanecem em certas áreas sem o consentimento do governo sírio e sem a aprovação das Nações Unidas.

Ele alertou que tal situação contradiz o direito internacional e impede que o país possa realizar os máximos esforços para consolidar a paz e avançar na restauração, na escala que seria possível se todo o território fosse controlado pelo governo legítimo. Na opinião de Putin, outro obstáculo para a restauração da nação síria é a presença de grupos insurgentes que controlam algumas áreas e continuam a aterrorizar a população civil.

No entanto, ele observou que muitos refugiados retornam às áreas libertadas para reconstruir suas casas e retornar a uma vida pacífica. Nesse sentido, destacou o fortalecimento dos laços econômicos e comerciais bilaterais.

Ele disse que além da ajuda humanitária que Moscou fornece a essa nação, o volume do comércio entre os dois países cresceu 3,5% no primeiro semestre do ano e se intensificam os projetos de apoio à Síria no enfrentamento da pandemia.

‘Espero que através de esforços conjuntos, possamos ajudar o povo sírio a levantar-se em todos os sentidos da palavra, para ajudar a restaurar a sua economia, a área social e a assistência médica, acima de tudo’, sublinhou o presidente russo.

npg/mml/cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.