30 de November de 2021

NOTICIAS

Primeiro ministro britânico anuncia plano de inverno contra Covid-19

Primeiro ministro britânico anuncia plano de inverno contra Covid-19

Londres, 12 set (Prensa Latina) O primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciará esta semana um plano para enfrentar a Covid-19 no inverno, que contará mais com o efeito protetor das vacinas do que com restrições, anunciou hoje o governo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Segundo o comunicado, apesar do desafio que representa a proliferação do coronavírus SARS-CoV-2 junto com a gripe e outros vírus respiratórios nos meses mais frios do ano, Johnson planeja revogar as medidas que permitem o fechamento de setores da economia e restringem o acesso a eventos de massa.

Como parte da revogação da chamada Lei Coronavírus, não será possível interromper o ano letivo, limitar o acesso às escolas em caso de surto ou prender infestados.

As vacinas continuarão a ser nossa primeira linha de defesa nos meses de outono e no inverno, apoiadas por novos tratamentos, testes diagnósticos e um sistema de vigilância variante líder mundial, explica o texto.

Após destacar que até a última quinta-feira, cerca de 90% das pessoas com mais de 16 anos receberam pelo menos uma dose da vacina contra Covid-19 e mais de 80% já completaram o tratamento, o governo indicou que está à espera da decisão dos especialistas de iniciar uma campanha de reativação.

Esses tempos extraordinários exigem medidas intrusivas e estou determinado a revogar quaisquer poderes desnecessários devido à defesa que as vacinas nos oferece, disse Johnson, citado no comunicado oficial.

O ministro da Saúde britânico, Sajid Javid, confirmou neste domingo o que foi anunciado pelo governo, acrescentando que ninguém será obrigado a mostrar o certificado de vacinação para acessar uma boate ou outro evento de massa.

As autoridades britânicas iniciaram um retorno à normalidade em julho passado, com a eliminação da obrigatoriedade do uso da máscara em espaços fechados e do distanciamento físico, apesar dos temores da comunidade científica de uma nova onda da doença no inverno.

Apesar do levantamento das restrições legais pela Covid-19, a pandemia está longe de ser controlada no país, onde nem infecções nem mortes mostram sinais de diminuição.

Segundo dados oficiais, as mortes, por exemplo, aumentaram 25,2% nos últimos sete dias, após as 156 mortes notificadas na véspera, quando também foram confirmados 29.546 novos casos positivos.

oda / nm / sc/gdc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.