19 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Novak Djokovic a um passo de expandir o legado esportivo

Novak Djokovic a um passo de expandir o legado esportivo

Nova York, Estados Unidos, 12 set (Prensa Latina) O tenista sérvio Novak Djokovic enfrenta o russo Daniil Medvedev hoje na final do Aberto dos Estados Unidos para conquistar seu quarto título aqui, e seu 21ú em torneios de Grand Slam.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Djokovic, número um do mundo, lutará pelo sucesso que lhe dará seu quarto título em Flushing Meadows e, assim, coroar o chamado Grand Slam após somar os triunfos no Aberto da Austrália, Roland Garros e Wimbledon.

Se tiver sucesso, igualará o feito conquistado pelo australiano Rod Laver em 1967 e 1969, mas, além disso, ultrapassará o suíço Roger Federer (20) e o espanhol Rafael Nadal (20) na histórica lista dos maiores vencedores em Torneios Grand Slam.

‘Resta apenas um jogo e vamos colocar tudo nele. Vou colocar meu coração, minha alma e meu corpo nisso. Vou enfrentar o próximo jogo como se fosse o último da minha carreira’, disse Djokovic horas atrás após derrotar German Alexander nas semifinais.

Em seu duelo com o alemão, o ídolo de Belgrado mostrou sua melhor forma para retaliar o revés sofrido contra o alemão na semifinal de Tóquio 2020 e derrotou-o por 4-6, 6-2, 6-4, 4-6 e 6-2 em três horas e 33 minutos de confronto.

A vitória permitiu ao sérvio avançar para a final do US Open pela nona vez, em que foi campeão em 2011, 2015 e 2018, enquanto ficou em segundo lugar, nas edições de 2007, 2010, 2012, 2013 e 2016.

Seu rival na quadra principal do Centro Nacional de Tênis Billie Jean King será o russo Medvedev, o executor em sets diretos 6-4, 7-5 e 6-2 do canadense Felix Auger-Aliassime.

Medvedev, de 25 anos e número dois da lista universal, aspira a vencer na terceira oportunidade de disputar a final de um Grand Slam, depois de perder aqui para Rafael Nadal em 2019, e no Aberto da Austrália 2021, justamente contra Djokovic.

Na véspera, foi definida a final do setor feminino em que a britânica Emma Raducanu foi coroada pela primeira vez, vencendo por 6-4 e 6-3 às custas da canadense Leyla Fernández.

Raducanu, de apenas 18 anos, precisou de uma hora e 52 minutos para se livrar de sua rival, apoiada em seu serviço, com o qual alcançou 71% de efetividade e o ponto de vitória, com um ‘ases’ que a catapultou para a glória esportiva.

O jogador de raquete britânico, 150ú colocado no ranking mundial, conquistou o título sem perder um único set em dez jogos, para se tornar também o primeiro jogador a vencer o Aberto dos Estados Unidos após a qualificação.

mem / rws / ls/gdc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.